sexta-feira, 5 de setembro de 2008

O Tempo dos Amores Perfeitos - Tiago Rebelo

Gostei bastante deste livro. Tem o poder de prender o leitor e fazer ansiar pelo fim. Comprei-o talvez por influência. Por uma boa influência poderei agora dizer. Tiago Rebelo era para mim um ilustre desconhecido. Agora posso dizer que foi bom conhecê-lo e que irei certamente repetir.

O Tempo dos Amores Perfeitos transporta-nos para Angola nos finais do século XIX, onde os portugueses tentam a todo o custo aumentar as áreas geográficas sobre as quais dominam. Muita luta, muito sangue. A coroa portuguesa enfrenta nesta altura enormes problemas no interior das suas colónias africanas.
O tenente Carlos Montanha (a personagem principal) é um herói de guerra destacado para Luanda. Leonor é a filha do senhor governador. Conhecem-se no barco que leva ambos para África. Quem poderia dizer que uma viagem conseguiria criar uma união tão forte!!

A descrição dos terrenos por desbravar, das paisagens e das gentes africanas é muito boa. O transporte para o local da acção parece real.
Esta obra tem por base as memórias de um antepassado do autor, que com elas fez um misto de fantasia e realidade. Quanto a mim só tenho mais uma coisa a dizer. Ainda bem que no nosso país os romancistas estão bem de saúde.

4 comentários:

Sofia Afonso disse...

Adorei este livro e também o comparo, de certa forma, com O Equador.
Deste autor também já li O Último Ano em Luanda e aconselho. Aprendi imenso sobre o que passaram os chamados "retornados". O autor pesquisou bastante sobre a época antes de escrever o livro. Vale a pena ler!

Marco Caetano disse...

Obrigado pela dica.
"O último ano em Luanda" já estava na minha wishlist. Espero que esteja a preço convidativo na feira do livro :)

Cristina Bernardes disse...

Existe tb outro livro deste autor muito bom: amor em Amsterdão...

karipande disse...

Desculpem qualquer coisinha, mas o que este senhor escreveu, é mesmo muito fraquinho...Sei do que falo e sei o comentário que publiquei no "Novo Jornal" em Angola, onde sou colaborador!Históricamente nenhum dos dois livros mencionados tem algo a ver com a realidade do tempo!!! Os jornalistas querem ganhar dinheiro rápidamente, e acham que escrever a metro resulta!