quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

A Tia Julia e o escrevedor - Mario Vargas Llosa

Cedido a Pedro Bento.


Sinopse:

«Marito» ou «Varguitas» vive com os avós porque os seus pais se encontram no estrangeiro, trabalha na rádio e começa a introduzir-se na literatura. É neste momento que inicia a sua relação com a sua tia Julia, que tem quase o dobro da sua idade, e com a qual acaba por se casar apesar da oposição da família. Também é nesta altura que conhece a sua primeira inspiração, Pedro Camacho, autor de guiões de rádio cujas histórias se entrelaçam com as aventuras do protagnista. O tórrido romance com ares shakespearianos entre a tia Julia e o aprendiz de romancista, que a sociedade limenha dos anos cinquenta tenta impedir, combina-se incessantemente com as narrações truculentas e delirantes do folhetinista das ondas...

Editora: Biblioteca Sábado
Estado de Conservação: Novo (Nunca foi lido)
Preço: 4,90€

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Passatempo MultiMadonna

A passagem do ano é sempre mais uma oportunidade de celebrar! Qualquer celebração que se preze tem de ter música. É esse o sentimento deste passatempo. Levar nesta quadra até vós um livro sobre a rainha da POP: Madonna.

Bruno Fernandes e a Chiado Editora acabam de lançar o livro “MultiMadonna - O papel da imagem contraditória na construção de um fenómeno da indústria cultural”.

Em parceria com o autor, temos um exemplar desta obra para oferta. Poderão concorrer até ao final do dia  2 de Janeiro de 2011.

Chamamos a atenção que para ser vencedor deste passatempo terá de ser seguidor activo do blogue Conspiração das Letras. Caso ainda não seja, poderá fazê-lo na caixa de "Seguidores da Conspiração" existente neste AQUI.

Sinopse:
"A partir da análise de 46 telediscos de Madonna, o livro avalia de que forma as mais variadas imagens e personagens criados ao longo de quase 30 anos foram e continuam a ser essenciais na manutenção da fama da cantora, considerada um arquétipo de ícone pop. São imagens que jogam essencialmente com aspectos contraditórios para divulgarem lados ambíguos da artista e nunca revelarem a verdadeira pessoa, mantendo o interesse dos meios de comunicação e das audiências sobre a sua persona, permitindo que se reinvente de acordo com a lógica de produção capitalista e evitando o fim do seu fascínio.

O livro é o resultado da investigação levada a cabo por Bruno Fernandes para a sua dissertação de Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade Nova de Lisboa. É também o primeiro estudo académico em Portugal inserido nos Madonna Studies, uma área específica dos Cultural Studies que se desenvolveu em diversos países a partir da década de 1990, devido ao enorme alcance mediático de Madonna."
 
Boa sorte a todos os participantes!
 
Votos de um Bom Ano Novo!
 

Passatempo O Jogo do Anjo - Resultados


O Jogo do Anjo marcou o ínicio de uma parceria com as Publicações Dom Quixote.

A vencedora deste passatempo foi:

Sara Ribeiro Batista de Sousa - Lisboa

Obrigado a todos os participantes!

Para além de publicados aqui, os resultados serão comunicados aos vencedores por e-mail.


Caso o vencedor não responda ao mail de notificação no prazo de uma semana será seleccionado um outro vencedor.

Por último, como sempre, um agradecimento especial às Publicações Dom Quixote pelo apoio na realização deste passatempo. 

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Passatempos - Novidades


Já foram conhecidas as viajantes que, na companhia de Gonçalho Cadilhe, irão África Acima.

Para saber quem são, clique AQUI.


O JOGO DO ANJO pode muito bem ser a sua prenda de Natal.

Para participar clique AQUI.

Passatempo O Jogo do Anjo

Agora que entramos na quadra natalícia, nada mais apropriado do que um livro com um anjo. Quem nunca ouviu falar de Zafón e do seu fantástico livro "A sombra do vento"? O Jogo do Anjo é a obra que se sucedeu.

Pois bem, é com este magnífico autor que damos início a mais uma parceria com uma editora de renome e cheia de tradição em obras de qualidade: Publicações Dom Quixote.

Neste passatempo que decorre até ao final do dia 26 de Dezembro de 2010, temos um exemplar desta obra para oferecer.

Chamamos a atenção que para ser vencedor deste passatempo terá de ser seguidor activo do blogue Conspiração das Letras. Caso ainda não seja, poderá fazê-lo na caixa de "Seguidores da Conspiração" existente neste AQUI.
Sinopse:
"Na Barcelona turbulenta dos anos 20, um jovem escritor obcecado com um amor impossível recebe de um misterioso editor a proposta para escrever um livro como nunca existiu a troco de uma fortuna e, talvez, muito mais.
Com deslumbrante estilo e impecável precisão narrativa, o autor de A Sombra do Vento transporta-nos de novo para a Barcelona do Cemitério dos Livros Esquecidos, para nos oferecer uma aventura de intriga, romance e tragédia, através de um labirinto de segredos onde o fascínio pelos livros, a paixão e a amizade se conjugam num relato magistral."

Excerto:
«Um escritor nunca esquece a primeira vez em que aceita umas moedas ou um elogio a troco de uma história. Nunca esquece a primeira vez em que sente no sangue o doce veneno da vaidade e acredita que, se conseguir que ninguém descubra a sua falta de talento, o sonho da literatura será capaz de lhe dar um tecto, um prato de comida quente ao fim do dia e aquilo por que mais anseia: ver o seu nome impresso num miserável pedaço de papel que certamente lhe sobreviverá. Um escritor está condenado a recordar esse momento pois nessa altura já está perdido e a sua alma tem preço.»

Boa sorte a todos os participantes!

Votos de um Feliz e Santo Natal!



Passatempo África Acima - Resultados


Já foram encontrados os três participantes que terão oportunidade de viajar África Acima na companhia de Gonçalo Cadilhe!

Claro que isso não seria possivel sem o apoio da Oficina do Livro.

Os vencedores, ou melhor dizendo, as vencedoras foram:

1 - Patrícia Andreia Oliveira Bairos - Setúbal
2 - Daniela Filipa Duarte Alves - Maia
3 - Isabelinha da Conceição Ramos - Odivelas

Obrigado pelas 184 participações!
Para além de publicados aqui, os resultados serão comunicados aos vencedores por e-mail.

Caso o vencedor não responda ao mail de notificação no prazo de uma semana será seleccionado um outro vencedor.

Por último, como sempre, um agradecimento especial à Oficina do Livro pelo apoio na realização deste passatempo.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Chiado Editora apresenta o livro “MultiMadonna"

Bruno Fernandes e Chiado Editora apresentam o livro “MultiMadonna - O papel da imagem contraditória na construção de um fenómeno da indústria cultural”.


A partir da análise de 46 telediscos de Madonna, o livro avalia de que forma as mais variadas imagens e personagens criados ao longo de quase 30 anos foram e continuam a ser essenciais na manutenção da fama da cantora, considerada um arquétipo de ícone pop. São imagens que jogam essencialmente com aspectos contraditórios para divulgarem lados ambíguos da artista e nunca revelarem a verdadeira pessoa, mantendo o interesse dos meios de comunicação e das audiências sobre a sua persona, permitindo que se reinvente de acordo com a lógica de produção capitalista e evitando o fim do seu fascínio.

O livro é o resultado da investigação levada a cabo por Bruno Fernandespara a sua dissertação de Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade Nova de Lisboa. É também o primeiro estudo académico em Portugal inserido nos Madonna Studies, uma área específica dos Cultural Studies que se desenvolveu em diversos países a partir da década de 1990, devido ao enorme alcance mediático de Madonna.

Pág. 246


Sobre o autor:

Licenciado em Jornalismo pela Universidade de Coimbra, Bruno Fernandes concluiu o Mestrado no final de 2008.
Actualmente, vive em Lisboa, onde trabalha como Formador numa empresa inglesa.


Notas adicionais:

As livrarias só estarão a aceitar novas encomendas em Janeiro. Isto significa que o livro só estará à venda no próximo ano. De momento, só está disponível na livraria da própria editora: Les Enfants Terribles, no cinema King, em Lisboa. O preço de venda ao público será €17.
Entretanto, as pessoas interessadas já podem adquirir o livro por mail. Neste caso, o preço promocional será de €15, incluindo as despesas de envio (apenas para Portugal).

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Marcelo Rebelo de Sousa apresenta "A profecia de Istambul"

Passatempo África Acima

Inicia-se hoje um passatempo que dedico a todos os amantes por viagens. Com o apoio da Oficina do Livro temos 3 exemplares desta obra de Gonçalo Cadilhe para oferecer.

O passatempo irá decorrer até ao final do dia 19 de Dezembro de 2010.

Chamamos a atenção que para ser vencedor deste passatempo terá de ser seguidor activo do blogue Conspiração das Letras. Caso ainda não seja, poderá fazê-lo na caixa de "Seguidores da Conspiração" existente neste AQUI.

Sinopse:
"África Acima recolhe crónicas semanais que Gonçalo Cadilhe foi escrevendo e publicando no jornal Expresso ao longo de vários meses.
Como é seu hábito, Gonçalo Cadilhe recusou o transporte aéreo. Em autocarros e comboios, em balsas e bicicletas de ocasião, à boleia em camiões ou a pé com a mochila às costas, o viajante atravessou África desde o cabo da Boa Esperança, no extremo Sul, até ao Estreito de Gibraltar, no extremo Norte.
Oito meses, quinze países, 27 000 quilómetros e 50 000 palavras resultaram num livro sincero e deslumbrado, em que as amizades, o humor, a tolerância e a humildade conseguem vencer a miséria, a corrupção, as estradas desfeitas e o calor brutal de uma viagem épica por um continente impressionante. Na sua mais recente viagem, Gonçalo Cadilhe redescobre a magia e os mistérios de uma África que continua a fascinar os grandes viajantes."

Boa sorte a todos os participantes!
 


Passatempos - Novidades




Já foram publicados os resultados do Passatempo Uma dor silencisa.

Descubra  quem foi a vencedora AQUI.



Damos hoje início a mais um passatempo que dedicamos a todos os amantes de viagens.

Para participar, clique AQUI.

Boa sorte!


Passatempo Uma dor silenciosa - Resultados


O passatempo "Uma dor silenciosa" marcou o início de uma nova parceria.
Estou naturalmente a falar da parceria com a editora Livros d'Hoje.

Estamos todos de parabéns, pois contámos com 208 participações.

De parabéns está também a vencedora:

Silvia Alexandra da Silva Ferreira - Amares


Para além de publicados aqui, os resultados serão comunicados aos vencedores por e-mail.


Caso o vencedor não responda ao mail de notificação no prazo de uma semana será seleccionado um outro vencedor.

Por último, como sempre, um agradecimento especial à Livros d'Hoje pelo apoio na realização deste passatempo. Fazemos votos de que tenha sido a primeira muitas parcerias.

domingo, 12 de dezembro de 2010

Não te deixarei morrer, David Crocket - Miguel Sousa Tavares

Nunca tinha lido um livro de crónicas, ou contos se preferirem. Uma vez comecei a ler "Pisar o risco" de Salman Rushdie, mas acabei por desistir (acontecimento extremamente invulgar em mim). Achei importante fazer esta pequena introdução para que se perceba que, pelo menos para já, este tipo de livros não está no meu top de preferências.

Considero o Equador e Rua das Flores, dois excelentes romances, sendo o primeiro, na minha opinião, um dos melhores romances portugueses deste pequeno século. Miguel Sousa Tavares é um excelente contador de histórias, disso não há a menor dúvida e este Não te deixarei morrer, David Crocket é um bom exemplo disso mesmo.

Numa pequena introdução o autor explica o porquê deste titulo e quem é para si este David Crocket. Desenganem-se os que pensarem que é importante nos contos que se seguem, pois quando chegarem ao fim, provavelmente tal como eu, já não se vão lembrar quem é.

Vários são os textos, vários são os temas abordados mas todos têm um denominador comum: o interesse que despertam. Alguns deles levam a pensar que dali se poderia arrancar para um magnífico romance. Será que ainda pode acontecer?
Há duas ou três ideias base que apreendi com este livro e que me parecem espelhar a personalidade do autor. Bem sei que são contos, por isso mesmo podem não ter nada de real, mas pela forma como são apresentados parece-me que são marcadamente auto-biográficos. Desde logo ressalta o gosto pela solidão em diversos momentos quer seja a jantar, a viajar ou desfrutar de uma paisagem. É também claro o seu gosto por viajar, a este propósito fica já marcado um encontro com o seu livro de viagens SUL. Por último, um amor inequívoco aos valores da família quer esta seja sua ou não.

Recomendo este livro a todos aqueles que queiram sonhar um pouco através das histórias de um contador de excelência. 
 
Págs. 171
Ref. ISBN: 978-972-8579-22-7
Editora: Oficina do Livro

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Passatempo Uma dor silenciosa

O passatempo que hoje lançamos dá inicio a uma nova parceria com a Livros d'Hoje. O livro que temos para oferecer foi lançado em Novembro e promete dar que falar. Trata do caso "Casa Pia" e é narrado pela principal testemunha do processo.

Temos 1 exemplar para oferecer e poderá participar até ao final do dia 12 de Dezembro de 2010.

Sinopse:

«Desde os anos 70, pelo menos, que está activa também em Portugal uma rede internacional de pedofilia que envolve as crianças e os adolescentes da Casa Pia. No nosso país há personalidades do mundo da política, do futebol, empresários e artistas, alguns deles ainda no activo e outros não, que estão implicados na rede. Agora, por causa do processo, todos esses pedófilos e os seus cúmplices estão quietos. Mas a rede não foi desmantelada. Em lugares-chave da Casa Pia estão funcionários que dentro de um ou dois anos, tenho a certeza, activarão mais uma vez este polvo medonho porque, cá fora, estão os pedófilos que nunca foram a tribunal e que continuarão a querer crianças por perversão.
Infelizmente, eu sou apenas um empregado de mesa, sem dinheiro. Não tenho quem me proteja e não tenho quem me defenda. Preocupo-me com o que possa acontecer no futuro às crianças que estão na Casa Pia e a outras crianças portuguesas que, não sendo alunas da Casa Pia, também poderão ser apanhadas nesta rede, como aconteceu no passado.»
«Conto a minha história por três razões: a primeira de todas é para que a Casa Pia não seja esquecida e não deixe de estar na mira do país inteiro e, sobretudo, de quem deve zelar por ela […]; em segundo lugar, para que toda a gente saiba a verdade sobre o que realmente se passou; em terceiro, e esta é a menos importante
das três razões, porque talvez seja uma maneira de eu conseguir encerrar um capítulo muito triste e muito doloroso da minha vida. Embora saiba que nunca conseguirei esquecer o que se passou...»

Boa sorte a todos!

Passatempo Biografia de Sá Carneiro - Resultados


No passado Sábado fez trinta anos que Francisco Sá Carneiro faleceu.
Em parceria com a Esfera dos Livros, tivemos 1 exemplar da biografia, escrita por Miguel Pinheiro, para oferecer.


Tivemos 173 participações!
O vencedor foi:

Rui António Rodrigues Francisco - Coimbra

Para além de publicados aqui os resultados serão comunicados aos vencedores por e-mail.


Caso o vencedor não responda ao mail de notificação no prazo de uma semana será seleccionado um outro vencedor.

Por último, como sempre, um agradecimento especial à Esfera dos Livros pelo apoio na realização deste passatempo.


sábado, 4 de dezembro de 2010

O Museu da Inocência - Orhan Pamuk

Desde que terminei a leitura de “A casa do silêncio” que o regresso à companhia de Orhan Pamuk ficou marcado. Apesar de ter outras obras do autor em espera na prateleira cá de casa, este Museu da Inocência suscitou-me interesse logo que me apercebi do seu lançamento.

A história é narrada na primeira pessoa, pelo jovem turco Kemal Basmacı oriundo de uma família muito abastada pertencente à elite de Istambul. A meados do ano de 1975, Kemal está noivo da bela Sibel, uma jovem também pertencente a nata da sociedade da altura. Juntos formavam um casal de referência.

Quis o destino que um dia, casualmente, Kemal fosse comprar um presente para a sua noiva e reencontrasse uma prima, de uma família desfavorecida, com quem muito brincara em pequeno mas que há muito tempo não via. Füsun tornou-se numa bela mulher e a sua beleza não passou despercebida a Kemal. Daí até ao amor e à paixão foi apenas um pequeno passo.

Secretamente começaram a encontrar-se num apartamento pertencente à família de Kemal que ninguém usava. Nestes encontros descobriram-se e aprenderam a amar-se ainda mais. Mas Kemal estava noivo e Füsun sabia disso. Percebendo que a sua relação não tem um futuro promissor, Füsun desaparece sem deixar rasto provocando em Kemal sentimentos de desespero ao ponto de romper o seu noivado.

A ausência de quem amamos é dolorosa. Para colmatar a ausência de Füsun, Kemal começa a recolher todos os objectos que de alguma forma o aproximam dela. Estes objectos vão de um simples brinco ao copo por onde ela bebeu, ou as beatas dos cigarros que ela fumou. A recolha destes objectos servem-lhe de consolo. Um consolo do qual ele necessita como se fosse uma droga, pois apenas quando está com eles consegue um pouco do seu oxigénio. Um sentimento que era todo ele amor, passa a ter uma forte componente de obsessão. Mas, haverá motivo para isso?

O final da história não vou naturalmente revelar mas há sinais, traços que não quero deixar de partilhar. Quero dizer-vos que este não foi um livro fácil de ler. A dificuldade não foi detectada logo no início, mas quando ia a cerca de um terço do livro. Não porque a forma da escrita seja de difícil leitura, mas pela intensidade do conteúdo. Por vezes bastou ler duas ou três páginas para ficar deprimido a ponto de ter de intercalar a leitura de outro livro. Não fora o sentimento que tenho de que um livro não é para deixar a meio e por certo o teria abandonado. Ainda bem que não o fiz!
Agora que terminei a sua leitura percebo claramente o que aconteceu. Todos sabemos, e já falei nisso outras vezes, que a altura em que lemos um livro condiciona de forma inequívoca a opinião que sobre ele formamos. Neste caso não foi bem isso, ou pelo menos, não foi apenas isso. Este livro mexeu comigo pela forma como está escrito. Os sentimentos de Kemal estão exprimidos de uma forma tão sublime que após ler-mos algumas linhas depressa nos colocamos no seu lugar vivendo as suas alegrias e tristezas.

Pamuk tem o dom, que apenas se encontra ao alcance de muito poucos, de exprimir por palavras aquilo que vê e que sente de um modo muito envolvente. E não falo apenas de sentimentos. Como referi, o livro inicia-se em meados de 1975, uma época que coincide com o período pós revolução de Abril em Portugal. É magistral a forma como nos descreve Istambul e a sociedade turca da altura. Fantástico é também revermos o nosso Portugal em muitas das suas descrições. Afinal, em alguns pontos, alguns milhares de quilómetros não fazem tanta diferença assim.
A festa de noivado de Kemal e Sibel, no hotel Hilton, é apresentada com tanta clareza que facilmente somos levados a pensar que também nós ali andamos a dançar.

Para mim este livro é uma obra-prima, sinceramente um dos melhores livros que li nos últimos tempos. Isso, no entanto, não é o suficiente para o recomendar a qualquer leitor. Penso que quem lhe pegar terá de estar no mínimo preparado para uma experiência marcante. Se por ventura sentirem que o livro está a ser muito forte, dêem-lhe espaço, mas não o deixem vencer, porque se forem vocês a vencer não tenho a menor dúvida de que irão sentir que valeu a pena.

Não sei se fisicamente este Museu da Inocência (Masumiyet Müzesi, em turco) existe mesmo ou não, embora fique com ideia que sim na parte final do livro. Caso exista, e se um dia for a Istambul, gostaria imenso de o visitar e dessa forma prestar a minha singela homenagem a Kemal Basmacı. Se pudesse dir-lhe-ia ainda: admiro a vida que teve porque assim quis, aos meus olhos o senhor não é louco.

Obrigado Orhan Pamuk!

Págs.639
Ref. ISBN: 978-972-23-4355-8
Editora: Editorial Presença

Mais informações sobre o Museu em:
http://www.masumiyetmuzesi.com/?Language=ENG

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Passatempo Biografia de Sá Carneiro

Esta semana temos uma proposta diferente. Em vez de um romance, uma biografia. Faz esta semana 30 anos que Francisco Sá Carneiro morreu e é precisamente a sua biografia  que temos para oferecer.

O livro é de Miguel Pinheiro e com o apoio da Esfera dos Livros temos 1 exemplar para oferecer.

Poderá participar neste passatempo até ao final do dia 5 de Dezembro de 2010.

Sinopse:
Aos 46 anos, no dia 4 de Dezembro de 1980, Francisco Sá Carneiro, fundador e líder do PSD, morreu em Camarate. Junto de Snu Abecassis, a mulher por quem se apaixonou e por quem desafiou as leis da Igreja, da família, da sociedade e da política. Muitos viam-no como o rosto da esperança, o futuro da política portuguesa. Outros criticavam-lhe o carácter e a forma de fazer política. A sua morte precoce, envolta em mistério e polémica, fez dele um mito. Depois de cinco anos de pesquisa exaustiva, de recolha de documentação e de fotografias inéditas, o jornalista Miguel Pinheiro traça a biografia completa, pessoal e política, de Francisco Sá Carneiro, o advogado que durante onze meses foi primeiro-ministro de Portugal. Ao longo destas páginas, ficamos a conhecer pormenores e histórias até então absolutamente desconhecidas: como o dia em que fintou a morte apesar de ter recibo a extrema-unção; a depressão que sofreu e tentou esconder a seguir ao 11 de Março de 1975; a forma como tentou esconder o romance com Snu, com receio de perder as eleições nas quais era candidato, as cartas inéditas do divórcio e a tentativa de declarar a nulidade do casamento no Vaticano, e os conflitos políticos com Ramalho Eanes e Mário Soares.
Boa sorte a todos!

Passatempo Henry Miller - Resultados


O Big Sur e as laranjas de Jerónimo Bosch é a mais recente obra de Henry Miller que a Editorial Presença traz até nós!
E que satisfação nos dá ver obras de escritores conceituados.
Até os olhos brilham!

E é com os olhos a brilhar que queremos deixar o vencedor deste passatempo:

António Agostinho Teixeira Machado - Vila Pouca de Aguiar

Parabéns aos 267 participantes!

Para além de publicados aqui os resultados serão comunicados aos vencedores por e-mail.

Caso o vencedor não responda ao mail de notificação no prazo de uma semana será seleccionado um outro vencedor.

Por último, como sempre, um agradecimento especial à Editorial Presença pelo apoio na realização deste passatempo.

 

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Passatempo Henry Miller

Aqui na Feira das Letras, os passatempos não páram e não escondemos o orgulho de ter conosco mais um autor de luxo. Henry Miller é o senhor que se segue...

Com o apoio da Editorial Presença, temos para oferecer 1 exmplar da obra "O Big Sur e as laranjas de Jerónimo Bosch".

Poderá participar neste passatempo até ao fial do dia 28 de Novembro de 2010.

Sinopse:
"Henry Miller regressou aos Estados Unidos no início dos anos 40, fixando-se no paradisíaco Big Sur, na costa da Califórnia. O Big Sur e as Laranjas de Jerónimo Bosch é a primeira obra que Miller escreve depois de se ter fixado naquela região. Embora composta de textos distintos retrata na sua maior parte a vida do autor, as suas relações familiares, amizades, e as pessoas que procuravam aquela região paradisíaca. Um dos capítulos daria origem à obra Um Diabo no Paraíso. O livro é, acima de tudo, uma obra de maturidade, que reflecte uma plena liberdade interior."

As participações estão limitadas a uma por pessoa e, dadas questões relacionadas com o envio do prémio, só aceitamos participações de residentes em Portugal.


Boa sorte a todos!

Passatempo O dia de todos os pecados - Resultados


O dia de todos os pecados é a nova obra de Colleen McCullough.
Com o apoio da editora Difel, temos o prazer de oferecer 2 livros para os 2 pecados mais originais.

Os pecadores com maior originalidade foram:

1 - Cátia - Armação de Pêra
"Estou em horário de serviço mas levo o dia todo a participar em passatempos, e este é mais um!"
2 - Joana Marques - Vila Nova da Barquinha
"Uma noite com o George Cloney, o Deus John Malkovitch e muitas chávenas de café para pôr a conversa em dia."

Para além de publicados aqui os resultados serão comunicados aos vencedores por e-mail.


Caso o vencedor não responda ao mail de notificação no prazo de uma semana será seleccionado um outro vencedor.

Por último, um agradecimento especial à editora Difel pelo apoio na realização deste passatempo.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Passatempo O dia de todos os pecados

É com um livro de uma autora que dispensa apresentações que temos o prazer de realizar o nosso primeiro passatempo em parceria com a Difel.

Este passatempo decorrerá até ao final do dia 21 de Novembro e teremos 2 livros para oferecer.

Para ganhar um dos livros que temos para dar, propomos desta vez um passatempo diferente. Basta puxar um pouco pela imaginação e numa única frase escrever um pecado que seja original.

Os dois pecados mais originais serão os vencedores. Ambos os pecados, bem como os "pecadores" serão publicados aqui no blogue para além de serem contactados por mail.

Para participarem, deverão utilizar o formulário abaixo.

As participações estão limitadas a uma por pessoa e, dadas questões relacionadas com o envio do prémio, só aceitamos participações de residentes em Portugal. 
Boa sorte aos "pecadores"!!!

Passatempo No seu mundo - Resultados


O fim-de-semana chegou fim e com ele chegou também ao fim mais um passatempo aqui na Feira das Letras.

Desta vez o vencedor foi:

João Manuel Cruz - Espinho

Para além de publicados aqui os resultados serão comunicados ao vencedor por e-mail.

Caso o vencedor não responda ao mail de notificação no prazo de uma semana será seleccionado um outro vencedor.

Por último, um agradecimento especial à Civilização Editora pelo apoio na realização deste passatempo.

terça-feira, 9 de novembro de 2010

A máquina de fazer espanhóis - Valter Hugo Mãe

A máquina de fazer espanhóis. Sabem o que é?

Comprei este livro sem nunca ler a sinopse, não fazendo por isso a mínima ideia de qual seria o enredo. Habituei-me, de algum tempo a esta parte a relacionar o nome de Valter Hugo Mãe com a nova vaga de escritores portugueses com qualidade.

Será ainda uma promessa?

Lamento não saber responder. A leitura desta obra contribuiu certamente para ajudar a formular uma opinião, mas para responder a esta questão, revela-se insuficiente. Está fácil de ver que esta foi a minha primeira incursão por uma obra do autor, mas por certo não será a última.

Valter Hugo Mãe dedica esta "máquina" a seu pai, o qual não teve oportunidade de viver a terceira idade. É precisamente nesta fase da vida que se encontra o narrador do livro, Sr. António Silva. Curioso este personagem! Após a morte de sua esposa, Laura, é depositado num lar. É aqui que nos conta o que foi e o que é a sua vida. Entre as várias pessoas que conhece, destaco o Esteves, um homem cheio de metafisica, uma personagem que saiu do poema da Tabacaria, de Fernando Pessoa.

Com o senhor Silva conhecemos um ponto de vista sobre a vida nos anos do Salazarismo, mas aprendemos também que nunca é tarde para nos surpreendermos e até para fazer amigos, mesmo que durante toda a vida isso parecesse uma utopia. Curiosa é também a relação que mantém com uma imagem de Nossa Senhora de Fátima, a Mariazinha, conforme gosta de lhe chamar.

Não sou admirador da forma como o autor escreve, mas sou admirador do que escreve. Passo a explicar: Escrever em texto corrido, sem parágrafos, sem discurso directo explicito (se assim lhe posso chamar), é de facto uma forma de escrita que não me atrai. Não quero parecer demasiado conservador, mas sinceramente não percebo o porquê desta moda. Reparei que há um capitulo em que o tipo de escrita nada  tem a ver com o resto. Não percebi o porquê, mas confesso que até gostava! Quando se fala do conteúdo, aí a conversa já é outra. Esta máquina é uma história descontraída, divertida e que dá vontade de ler. Dei por mim algumas vezes a soltar gargalhadas durante a leitura do livro.

Recomendo esta leitura. Para que se perceba melhor esta "boa onda" que o livro transmite, transcrevo aqui um pequeno excerto de texto que me agradou particularmente.

"e  a lei, essa coisa sensível que gosta de nós e se preocupa com o estarmos felizes e confortáveis, comove-me. ... haviam todas as coisas de ser de comer. tudo. carros e casas haviam de ser de comer. e no momento em que estivéssemos para morrer e deixar para impostos e roubalheiras assim, comíamos tudo e depositávamos no testamento o monte de merda que dali resultasse ... que se quisessem vê-lo transformado novamente em casas e carros, teriam de usar para estrumar os campos e depois plantar e regar e tomar conta e depois colher até venderem laranjas das boas como antigamente se fazia no país inteiro."


Sem dúvida, um pensamento bastante curioso!

Págs.287
Ref. ISBN: 978-989-672-016-2
Editora: Alfaguara

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Passatempo No seu mundo

Jodi Picoult é uma escritora em que os seus livros falam por si. Sucesso atrás de sucesso.

A Feira das Letras tem um enorme prazer em promover este passatempo,  em parceria com a Civilização Editora.

Temos 1 exemplar desta obra para oferecer. Para se candidatar a ganhar, basta concorrer através do formulário abaixo.

O passatempo irá decorrer até ao final do dia 14 de Novembro de 2010.

Sinopse:
"Jacob Hunter é um adolescente: brilhante a Matemática, sentido de humor aguçado, extraordinariamente bem organizado, incapaz de seguir as regras sociais. Jacob tem síndrome de Asperger. Está preso no seu próprio mundo - consciente do mundo exterior e querendo relacionar-se com ele. Jacob tenta ser um rapaz como os outros mas não sabe como o conseguir.

Quando o seu tutor é encontrado morto, todos os sinais típicos da síndrome de Asperger – não olhar as pessoas nos olhos, movimentos descontrolados, acções inapropriadas – são identificados pela Polícia como sinais de culpa. E a mãe de Jacob tem de fazer a si própria a pergunta mais difícil do mundo: será o seu filho capaz de matar?"


As participações estão limitadas a uma por pessoa e, dadas questões relacionadas com o envio do prémio, só aceitamos participações de residentes em Portugal.


Boa sorte a todos!



Passatempo Quando Nietzsche Chorou - Resultados


Para que possam entrar melhor em mais uma semana de trabalho, aqui ficam os resultados de mais um passatempo:

1- Eduardo Franco - Turcifal
2- Feliciana Olinda Vaz Teixeira - Estarreja

Parabéns aos vencedores!
Espero que desfrutem imenso da sua leitura!

Para além de publicados aqui os resultados serão comunicados aos vencedores por e-mail.

Caso algum dos vencedores não responda ao mail de notificação no prazo de uma semana será seleccionado um outro vencedor.

Convidamos os vencedores a publicarem aqui a sua opinião sobre o livro após a sua leitura.

A quem não ganhou desta vez, pedimos que continuem a tentar.


Por último, um agradecimento especial à Saída de Emergência pelo apoio na realização deste passatempo.

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Passatempo Quando Nietzsche Chorou

Aqui na Feira das Letras, não gostamos de vos deixar muito tempo sem terem a possibilidade de tentar ganhar um livro.

Desta vez temos para vos oferecer 2 livros nos quais as palavras-chave são: Nietzsche, Psicanálise, Obsessões, Amizade, Desespero, Redenção.

Este passatempo é uma parceria com a Saída de Emergência.

Sinopse:
"Friederich Nietzsche, o maior filósofo da Europa, está no limite de um desespero suicida, incapaz de encontrar cura para as insuportáveis enxaquecas que o afligem. Josef Breuer, médico distinto e um dos pais da Psicanálise, aceita tratar o filósofo com uma terapia nova e revolucionária: conversar com Nietzsche e, assim, tornar-se um detective na sua cabeça. Pelas ruas, cemitérios e casas de chá da Viena do sec. XIX, estes dois gigantes do seu tempo vão conhecer-se um ao outro e, fundamentalmente, conhecer-se a si próprios. E no final não é apenas Nietzsche que exorciza os seus fantasmas. Também Breuer encontra conforto naquelas sessões e descobre a razão dos seus próprios pesadelos, insónias e obsessões sexuais. Quando Nietzsche Chorou funde realidade e ficção, ambiente e suspense, para desvendar uma história superior sobre amor, redenção e o poder da amizade."

O passatempo decorre até ao final do dia 7 de Novembro e os vencedores serão publicados posteriormente aqui no blogue.

As participações estão limitadas a uma por pessoa e, dadas questões relacionadas com o envio do prémio, só aceitamos participações de residentes em Portugal.

Boa sorte a todos!

Passatempo Primavera Adiada - Resultados



Está um belo feriado... Não acham??
Penso que ainda o posso tornar um pouquinho melhor para os cinco vencedores do Passatempo Primavera Adiada, com base na última obra publicada por Carlos Ademar.

Os vencedores são:

1 - Elvira Delgado Barros - Cabeceiras de Basto
2 - Miguel Vasconcelos -  Porto
3- Fernando Manuel Paím Teixeira - Angra do Heroísmo
4 - Dália Maria Barata Antunes - Algueirão
5 - Maria Luisa Carvalho Lopes - Touguinha

Obrigado por todas as participações!
Se não ganharam desta vez, estejam atentos. Dentro de minutos teremos um novo passatempo.

Para além de publicados aqui os resultados serão comunicados aos vencedores por e-mail.
Caso algum dos vencedores não responda ao mail de notificação no prazo de uma semana será seleccionado um outro vencedor.

Convidamos os vencedores a publicarem aqui quando receberem o livro e ainda a sua opinião sobre este livro após a sua leitura.

Com este passatempo encerramos uma série de passatempos da obra de Carlos Ademar, que muito prazer nos deu a organizar. Estes passatempos não teriam sido possíveis sem o apoio do próprio  e sem a simpatia e apoio da Oficina do Livro. Deste modo, a Conspiração das Letras agradece ambos a disponibilidade para esta parceria.

domingo, 24 de outubro de 2010

Passatempo Primavera Adiada

CINCO

São mesmo cinco, os livros que temos para oferecer da última obra de Carlos Ademar.

Sinopse:

"No final dos anos sessenta, a sociedade portuguesa era dominada pelo medo e pelo desejo reprimido de liberdade. Pelas noites dentro, crescia em silêncio a luta pela libertação do país.
Uma menina tornava-se mulher, lutava contra a memória de um amor que partira sem aviso e entregava-se a uma causa maior: a busca da felicidade.
Primavera Adiada é um manifesto à liberdade e ao amor." 


A Feira das Letras, em parceria com a Oficina do Livro tem 5 livros para oferecer. Para vencer basta responder acertadamente ao formulário abaixo e esperar ser um dos felizes contemplados.

O passatempo decorre até ao final do dia 30 de Outubro e os vencedores serão publicados posteriormente aqui no blogue.

As participações estão limitadas a uma por pessoa e, dadas questões relacionadas com o envio do prémio, só aceitamos participações de residentes em Portugal.

Boa sorte a todos!



sábado, 23 de outubro de 2010

Passatempo - Porque é que as mulheres gostam dos homens - Resultados


Estão já sorteadas as quatro pessoas que vão descobrir porque é que as mulheres gostam dos homens.

1 - Ana Cláudia Paiva Santos - Figueiró dos Vinhos
2 - Carina Alexandra Garrido Aguiar - Queluz
3 - António Manuel Felgueiras Almeida Carneiro - Felgueiras
4 - Lúcia Camões - Lisboa

Para além de publicados aqui os resultados serão comunicados aos vencedores por e-mail.
Caso algum dos vencedores não responda ao mail de notificação no prazo de uma semana será seleccionados outro vencedor.

Convidamos os vencedores a publicarem aqui quando receberem o livro e ainda a sua opinião sobre este livro após a sua leitura.

A quem não ganhou desta vez, pedimos que continuem a tentar.

Por último, um agradecimento especial à Guerra & Paz pelo apoio na realização deste passatempo.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

As Velas Ardem Até ao Fim - Sándor Márai

Em criança dois rapazes fazem-se amigos. Amigos, mas não fruto de uma amizade banal, trivial, sem significado! Se é que também a essas relações se pode chamar amizade!! Falo de uma amizade forte. Como irmãos.

Um dia, algo os separa e são necessários quarenta e um anos para se tornarem a encontrar. A vida levou  um dos amigos para o Extremo Oriente. O outro manteve-se a viver em casa, num pequeno castelo da Hungria. Após todo este tempo há muito para conversar, muito para perceber, muito para esclarecer. Quais terão sido os verdadeiros motivos que levaram a esta separação? Será que ambos os conhecem?

As velas ardem até ao fim é isto, uma conversa que decorre entre dois amigos enquanto as velas ardem.

Na minha opinião, este não é um livro excepcional, mas é um livro a não perder. Possui uma escrita exímia que permite uma leitura fluída, que poderá levar o leitor a pensar quais os verdadeiros valores de uma amizade. Será que todos nós vemos a amizade desta forma? Será que algum de nós agiria assim?

Este é um livro sobre o qual gostaria realmente de obter outras opiniões. Se já leu esta obra, comente este post. Ficaria muito contente em conhecer a sua opinião...

Págs. 153
Ref. ISBN: 978-972-20-2062-6
Editora: Publicações Dom Quixote

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Passatempo - Porque é que as mulheres gostam dos homens?

Porque é que as mulheres gostam dos homens? Não será a resposta a esta pergunta óbvia? Talvez não seja tanto assim...

Helena Sacadura Cabral pretende através desta obra revelar um pouco mais sobre os caminhos que podem levar uma mulher a um homem.

Com o apoio da Guerra & Paz temos 4 exemplares desta obra para oferecer.

Sinopse:

"DOS ASPECTOS FÍSICOS AOS COMPORTAMENTOS QUOTIDIANOS, DA ATITUDE ATÉ À IDADE, HELENA SACADURA CABRAL REVELA-NOS, NA PRIMEIRA PESSOA, MAS TAMBÉM ATRAVÉS DA VOZ DE MUITAS MULHERES PORTUGUESAS, ALGUNS DOS MAIS BEM GUARDADOS SEGREDOS FEMININOS.

Porque é que vale a pena ler este livro?
Porque ainda hoje são misteriosos os caminhos que levam uma determinada mulher a interessar-se por um determinado homem. Será apenas uma questão física, ou serão os comportamentos e a comunhão de gostos e interesses que comandam esse mútuo impulso?
Com a sua experiência de vida e sensibilidade, a autora aponta rotas possíveis para a insondável fórmula da atracção e do amor, numa tentativa de perceber aquilo que as mulheres, especialmente as portuguesas, gostam nos homens. Não esquecendo, aliás, o levantamento sociológico, que a leva a interrogar-se sobre se haverá, de facto, um "novo homem" português, ou sobre se continuará a existir o eterno sonho feminino de uma viagem feita a dois.
Um livro que vale a pena ler, porque fala de nós, de todos nós, homens e mulheres."


Para ganhar basta responder acertadamente ao formulário abaixo e esperar ser um dos felizes contemplados.

O passatempo decorre até ao final do dia 22 de Outubro e os vencedores serão publicados posteriormente aqui no blogue.

As participações estão limitadas a uma por pessoa e, dadas questões relacionadas com o envio do prémio, só aceitamos participações de residentes em Portugal.

Boa sorte a todos!

Passatempo As Mulheres de D. Manuel I - Resultados





Mais um passatempo, mais um novo recorde de participações.
Estamos todos de parabéns!

Desta vez, os felizes contemplados foram:

1 - António José Alves Rodrigues - Castanheira de Pera
2 - Carla Susana Matias Guedes - Lourinhã
3 - Cátia Sofia Carvalho Gomes - Canelas

Para além de publicados aqui os resultados serão comunicados aos vencedores por e-mail.
Caso algum dos vencedores não responda ao mail de notificação no prazo de uma semana será seleccionados outro vencedor.

Convidamos os vencedores a publicarem aqui quando receberem o livro e ainda a sua opinião sobre este livro após a sua leitura.

A quem não ganhou desta vez, pedimos que continuem a tentar.

Por último, um agradecimento especial à Esfera dos Livros pelo apoio na realização deste passatempo.

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Passatempo As Mulheres de D. Manuel I

Desta vez temos para vos propor um livro cheio de história! Trata-se de uma obra acabadinha de lançar pela Esfera dos Livros, da autora María Pilar Queralt del Hierro.

Sinopse:
"D. Manuel estava nervoso, aquela era a mulher que sempre amara. Que sempre desejara. Já a noiva sentia-se resignada, na verdade, depois de ter ficado viúva de D. Afonso, filho de D. João II e herdeiro do trono de Portugal, sonhara enveredar por uma vida religiosa, ao serviço de Deus e dos mais necessitados. Mas quis o destino que os seus pais a entregassem a D. Manuel I, primo do seu falecido sogro.
Isabel de Aragão tornava-se a primeira das damas do novo soberano de Portugal, mas o casamento durou pouco mais de um ano e, para grande tristeza de D. Manuel, a sua doce mulher esvaiu-se em sangue aquando do nascimento do seu primeiro filho, D. Miguel.
Era preciso arranjar uma nova mulher. D. Maria de Aragão, sua cunhada com quem casou em 1500. Mas mais uma vez o fim seria trágico. D. Manuel voltava a cair numa profunda tristeza ao ver a sua amante, fiel companheira e conselheira dar o último suspiro em 1517.
Não era justo passar pelo mesmo sofrimento. D. Manuel ameaçou abdicar em nome do seu filho D. João, retirar-se para um mosteiro, mas para surpresa de muitos, ao olhar para o retrato de D. Leonor de Aragão, prometida do seu filho e herdeiro D. João III, o soberano enamorou-se de novo."
 
A Conspiração das Letras, em parceria com a Esfera dos Livros tem 3 livros para oferecer. Para ganhar basta responder acertadamente ao formulário abaixo e esperar ser um dos felizes contemplados.
 
O passatempo decorre até ao final do dia 14 de Outubro e os vencedores serão publicados posteriormente aqui no blogue.

As participações estão limitadas a uma por pessoa e, dadas questões relacionadas com o envio do prémio, só aceitamos participações de residentes em Portugal.

Boa sorte a todos!


 

Passatempo Memórias de um assassino romântico - Resultados


E assim chegou ao fim mais um passatempo!
Registámos 204 participações!

Desta vez, os vencedores foram:

1 - Vítor Manuel Matias Mendes - Tentúgal
2 - Maria Rosa Martins S. Ferreira - Amares
3 - Nuno Ricardo Moreira Gonçalves - Vila de Punhe

Para além de publicados aqui os resultados serão comunicados aos vencedores por e-mail.
Caso algum dos vencedores não responda ao mail de notificação no prazo de uma semana será seleccionados outro vencedor.

Convidamos os vencedores a publicarem aqui quando receberem o livro e ainda a sua opinião sobre este livro após a sua leitura.

A quem não ganhou desta vez, pedimos que continuem a tentar.

Por último, um agradecimento especial à Oficina do Livro pelo apoio na realização deste passatempo.
 
 

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Passatempo - Memórias de um assassino romântico

Tal como prometido, vamos dar inicio a mais um passatempo de uma obra de Carlos Ademar. Desta forma podemos contribuir, como tanto gostamos, na divulgação de literatura portuguesa de qualidade.

Sinopse:
"Após vários anos a trabalhar na Polícia Judiciária, Xavier decide, após receber uma herança, abandonar a carreira e torna-se detective privado. A experiência na PJ revelou-lhe que a Justiça tem dois pesos e duas medidas e que na maior parte das vezes interesses obscuros impedem que os culpados sejam condenados.
Um dia entra no seu escritório a mulher de um gerente bancário, humilhada pelo marido, pede ajuda ao detective para conseguir um divórcio financeiramente vantajoso. O que inicialmente parecia uma história vulgar veio a revelar-se o princípio de uma missão solitária de justiçar os fracos e castigar os responsáveis pelo sofrimento humano.
Mas se todas as missões têm um fim em nome de uma “justiça natural”, quem se consegue salvar?"


A Feira das Letras, em parceria com a Oficina do Livro tem 3 livros para oferecer. Para vencer basta responder acertadamente ao formulário abaixo e esperar ser um dos felizes contemplados.

O passatempo decorre até ao final do dia 3 de Outubro e os vencedores serão publicados posteriormente aqui no blogue.


As participações estão limitadas a uma por pessoa e, dadas questões relacionadas com o envio do prémio, só aceitamos participações de residentes em Portugal.

Boa sorte a todos!



sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Eu, Hitchcockiano, Me Confesso


Termina já amanhã, mas se forem rápidos ainda estão a tempo de participar num passatempo que está a ser fdesenvolvido pelo blogue Passatempos Portugal.
Em parceria coma Chiado Editora, há um livro para oferecer.

Participem aqui!

Boa sorte!

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Passatempo Deixa o grande mundo girar - Resultados



Apesar das várias tentativas efectuadas, não conseguimos entrar em contacto com uma das vencedoras deste passatempo.
Como não queremos ficar com livros por atribuir, foi seleccionado um novo vencedor:

Armando Jorge de Carvalho Ferreira - Albergaria-a-Velha

Parabéns ao novo vencedor.