segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

O Adeus às Armas - Ernest Hemingway

Desde que, em 2007, tive oportunidade de conhecer Cuba, tenho adiado a leitura de uma obra de Hemingway. A ligação do povo cubano a este autor pareceu-me tão grande e tão apaixonada que, ainda que não houvesse outros motivos, facilmente se percebia que se trata de um autor muito especial.

O adeus às armas foi uma escolha ao acaso de entre os livros do autor disponíveis numa tarde da Feira do Livro em Lisboa. Por certo, se tivesse disponível teria trazido o "Por quem os sinos dobram", mas foi este que desta vez calhou na rifa.

Em plena I Guerra Mundial, em várias cidades italianas, o americano Frederic Henry, um condutor de ambulâncias na frente de guerra, apaixona-se por uma enfermeira inglesa de seu nome Catherine Barkley.

Como facilmente se pode antever, as vicissitudes da guerra têm todos os ingredientes para dificultar uma história de amor por mais bela que seja. Ainda assim, não há impossíveis quando duas pessoas querem ficar juntas.

Pensa-se que o cerne desta história seja autobiográfico, porém é uma informação da qual não há certeza. Certo é que a experiência de Hemingway na guerra foi determinante para uma descrição fiel das dificuldades vividas por quem lá passou. Valores como determinação, lealdade e amizade são constantes ao longo da obra.

Em suma gostei do que li, muito fácil leitura e ao mesmo tempo cativante. Não acho um enredo fora de série, no entanto é uma história que na minha opinião vale a pena ler.

Por último uma palavra para esta edição da Livros do Brasil. No meu entender, em tempos em que a tecnologia tem avanços enormes diariamente, já nada justifica a quantidade de gralhas ortográficas e de construção de frases existentes nesta edição. "Penso que cada vez que alguém lê este livro Hemingway deve dar voltas e mais voltas no caixão". Também a tradução não é nenhuma maravilha. Enfim, não havia necessidade!

Págs. 347
Ref. ISBN: 972-38-2674-7
Editora: Livros do Brasil

domingo, 13 de dezembro de 2009

Revolução 1989 - Victor Sebestyen

No passado 9 de Novembro foi comemorado o vigésimo aniversário da queda do muro de Berlim. No âmbito desta comemoração a Editorial Presença teve a gentileza de me convidar a ler esta obra de Victor Sebestyen que de uma forma geral relata os últimos dias da Guerra Fria e de todo o Império Soviético.

Na altura de toda esta revolução, era eu ainda uma criança, tudo para mim era algo que acompanhei muito ao de leve na televisão. Mas de facto não tinha uma noção real do que passaram milhões de pessoas subjugadas a este sistema de governação.

"Revolução 1989" é uma obra muito bem conseguida que, com uma leitura fácil, nos leva  a compreender o que foi acontecendo aos vários estados membros da União Soviética. Palavras que nos acostumámos a ouvir  nos anos 80 e que ainda hoje nos são familiares, tais como glasnost ou perestroika, são esmiuçadas nesta obra levando o leitor a compreender perfeitamente a sua origem e o seu significado. Também a importância de Mikhail Gorbachev é detalhadamente analisada neste livro.

Para todos aqueles que quiserem aprender um  pouco mais sobre este flagelo que assolou a Europa de Leste, aconselho veementemente a leitura deste livro. Garanto que não se vão arrepender.

Por último, um agradecimento à Presença pelo convite e pela qualidade do livro que aqui apresento.

Págs. 424
Ref. ISBN: 978-972-23-4260-5
Editora: Editorial Presença

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Passatempo "A guerra e a paz" - Resultados




Já foram encontrados vencedores deste passatempo.


Eis então os contemplados a receber um exemplar da mais recente obra de José-Augusto França.

1 - Vanessa Paula Casais - Parede
2 - Leonel da Ressureição Afonso - Camarate

Para além de publicitados aqui os vencedores, foram enviados mails de notificação.

Convidamos os vencedores a publicarem aqui quando receberem o livro e ainda a sua opinião sobre este livro após a sua leitura.

Obrigado a todos pela participação!

Obrigado ainda à Presença pela parceria.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Lançamento Guerra & Paz - Sessão de Autógrafos

12 ERROS QUE TRAMARAM O NOSSO BENFICA

João Vasco Almeida, Frederico Valarinho

UM RELATO RIGOROSO E DIVERTIDO SOBRE O MAIOR CLUBE DO MUNDO.
UMA VIAGEM ÚNICA AOS SEGREDOS DO BENFICA


Sabia que o primeiro jogador benfiquista que se lesionou durante um jogo partiu um braço ao chocar contra um cavalheiro muito apressado, que atravessou o campo para ir às compras?


Ou que já houve uma equipa que entrou no relvado, em que todos eram Comendadores da República, medalhados e tudo - o que levou o treinador a demitir-se?

Ou, ainda, que o clube trocou jogadores por sacas de cimento?

Em «12 Erros Que Tramaram o Nosso Benfica» a história do clube é analisada de uma forma risonha mas factual, identificando os momentos mais importantes do clube. Desde os dias da fundação, regados a vinho branco, até à tragicomédia de Vale e Azevedo, os autores revelam um Benfica nem sempre conhecido dos adeptos e dos amantes do futebol. Como, por exemplo, porque se chama «glorioso» ao clube e porque, com toda a justiça, se diz que os do Sporting são uns «lagartos».

Como este livro bem evidencia, só um gigante, só o «Glorioso» é que, neste presente, proporciona uma ponte, uma verdadeira ponte, entre o nobre passado e o vibrante futuro!

Do prefácio de Fernando Seara

Ilustrações de Ricardo Cabral

Visite o site: http://www.12erros.com/

Sessão de Autógrafos


Domingo

6 de Dezembro, 16h
Continente do CC Colombo

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Quem mexeu no meu queijo? - Spencer Johnson

Quando nos habituamos a ler um pouquinho à noite, esquecermo-nos do livro que estamos a seguir em qualquer lado, pode ser um drama! Por isso gosto de ter na prateleira alguns "livrinhos" mais pequenos para não dar o serão como perdido!

Foi neste contexto que decidi ler este livro. Estava pousado há imenso tempo à espera da sua vez, e posso dizer que o achei engraçado.

Trata-se de um livro, como agora se gosta dizer, de auto-ajuda. Segundo o autor, todos nós temos mudanças na nossa vida, por vezes não sabemos como lidar com elas, sejam no campo sentimental, profissional ou outro. No fundo é como ter uma fatia de queijo sempre disponível e de um momento para outro sentir que alguém lhe mexeu. Como reagir?

Para isso o livro integra quatro personagens que habitam um labirinto. Duas personagens são dois ratos que agem por impulso sem raciocínio, as outras duas são humanos com características diferenciadas um do outro.

Uma história engraçada que acaba por funcionar bem, um bocado como o horóscopo que é lido e adaptado à realidade de cada um como se de uma fórmula mágica se tratasse.

O autor promete revolução nas vidas de cada leitor, mas isso já é outro tanto...

Enfim, mais uma experiência diferente.


Págs. 99
Ref. ISBN: 972-711-496-2
Editora: Pergaminho

domingo, 29 de novembro de 2009

Passatempo "Um Amor em Tempos de Guerra" - Resultados



Já foram encontrados os cinco vencedores deste passatempo.

Eis então os cinco contemplados a receber um exemplar autografado da mais recente obra de Júlio Magalhães.

1 - Neusa Almeida do Vale - Algés
2 - Joana Catarina Rodrigues Lopes Correia - Lisboa
3 - Filipe Manuel Amorim Costa - Vila Nova de Gaia
4 - Adriana Carvalho Ildefonso Botelho - Aveiro
5 - Luís Rafael da Silva Ribeiro - Torres Novas

Para além de publicitados aqui os vencedores, foram enviados mails de notificação.

Convidamos todos os vencedores a publicarem aqui a sua opinião sobre este livro após a sua leitura.


Obrigado a todos pela participação!

Obrigado ainda à Esfera dos Livros pela parceria.

sábado, 28 de novembro de 2009

Passatempo "A guerra e a Paz"

O blogue Feira das Letras em parceria com Editorial Presença tem para oferecer 2 exemplares do livro A Guerra e a Paz de José-Augusto França.


Os 2 vencedores serão sorteados entre os seguidores visíveis do blogue que respondam correctamente às perguntas que propomos no formulário abaixo.

O passatempo decorre até ao final do dia 5 de Dezembro e a lista de vencedores será publicada posteriormente aqui no blogue.

Resta dizer que só aceitamos uma participação por pessoa e, dadas questões relacionadas com o envio do prémio, só aceitamos participações de residentes em Portugal.

Uma pequena ajuda: As respostas poderão ser encontradas neste blogue, no site da Presença e com o auxílio inestimável do google!


quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Presença publica "A guerra e a Paz"

Titulo: A Guerra e a Paz
Autor: José-Augusto França
Páginas: 464
Colecção: Grandes Narrativas Nº 452
Preço com IVA: 19,50€
ISBN: 978-972-23-4268-1

Data de Publicação: 3 de Dezembro 2009


EMINENTE HISTORIADOR PUBLICA ROMANCE HISTÓRICO


Depois de Ricardo Coração de Leão e de João sem Terra, que são «Duas Vidas Portuguesas» (2007 e 2008), José-Augusto França apresenta um romance histórico que o não é, mas sim na realidade um romance dos tempos que atravessa – os anos 40 portugueses e franceses da ocupação alemã, os anos 60 lisboetas das revoltas estudantis e 70, da revolução. Trazido aos anos 90 vividos numa velha casa do Anjou, A Guerra e a Paz é um romance de memórias e dúvidas, amores e desamores do nosso tempo. Como outrora se dizia, trata-se de «destinos individuais inscritos no contexto histórico».

Sobre o autor:
José-Augusto França é historiador, crítico de arte e Professor Catedrático Jubilado da Universidade Nova de Lisboa. Obteve os graus de Doutor em História e em Letras e Ciências Humanas na Sorbonne, em França. A Presença tem publicado um vasto número de obras do autor tanto no domínio da História de Arte como da ficção.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Novidades da "Esfera dos Livros" para Novembro

Titulo: História de Portugal
Autores: Rui Ramos (coord.), Bernardo Vasconcelos e Sousa e Nuno Monteiro

Colecção: História
P.V.P: 39 €
ISBN: 978-989-626-139-9
Páginas: 976 + 52 extratextos
Formato: 16 X 23,5 / Cartonado
Data de lançamento: Novembro


Rui Ramos, Bernardo Vasconcelos e Sousa e Nuno Monteiro, professores universitários da nova geração de historiadores apresentam a História de Portugal num só volume, da Idade Média ao século XXI.


Numa narrativa clara e rigorosa os autores abordam os nove séculos da nossa história através das suas dimensões política, económica, social e cultural, dando uma visão integrada de cada época e momento histórico, colocando, ao mesmo tempo, a História de Portugal no contexto da História da Europa e do mundo.

Com ilustrações a cores, mapas, cronologias e lista de governantes trata-se sem dúvida de uma obra de referência fundamental para compreender o passado e o presente num momento de grandes decisões e escolhas para o futuro de Portugal.


Titulo: Amantes dos Reis de França
Autor: Ana Cristina Pereira e Joana Troni
Colecção: História Divulgativa
P.V.P: 24 €
ISBN: 978-989-626-188-7
Páginas: 333 + 24 extratextos
Formato: 16 x 23,5 / Cartonado
Data de lançamento: Novembro

Na História de França o sexo e a sedução foram meios muitas vezes utilizados para atingir o poder. Se é verdade que sempre houve amantes dos reis, só a partir da dinastia de Valois, com Francisco I, as amantes começam a ganhar papel de destaque e a rivalizar com a figura da rainha legítima. Basta referir Diane de Poitiers que esteve sempre presente nos actos públicos da família régia.

Foi com a dinastia de Bourbon que a figura da amante se institucionalizou e ganhou todo o seu esplendor. Henrique IV teve 14 amantes e 11 filhos ilegítimos. A sensual e inteligente Madame de Montespan era tratada como a verdadeira «Rainha de França». O seu neto, Luís XV, perdeu-se de amor pelas irmãs Mailly, mas a sua mais célebre amante foi Madame Pompadour, uma das mulheres mais bonitas de Paris, sendo seguida por Madame du Barry, prostituta que se tornou a favorita oficial da corte de Versalhes, que acabou na guilhotina aquando da Revolução Francesa.


Titulo: Se as jóias falassem
Autor: Eduardo Alves Marques
Colecção: História Divulgativa
P.V.P: 26 €
ISBN: 978-989-626-189-4
Páginas: 280 + 52 extratextos
Formato: 16 X 23,5 / Cartonado
Data de lançamento: Novembro

No seu casamento D. Estefânia usou um diadema de quatro mil diamantes oferecido pelo marido, uma jóia imponente cujo peso a fez sangrar da cabeça em plena igreja. Do Brasil D. Maria II trouxe magníficas pedras preciosas que espantavam as damas da corte. Já D. Maria Pia chegou a Portugal com um dote de que faziam parte mais de 68 jóias, mas a rainha era uma apaixonada pela joalharia e, desde cedo, começou a encomendar as suas jóias aos melhores joalheiros portugueses e estrangeiros, sem olhar a custos. Mais contida, D. Amélia tem como peça de eleição o diadema D Luís, uma jóia de 800 diamantes montada sobre ouro e prata, oferecida pelo sogro e que fazia questão de usar nas cerimónias oficias de aparato.

São estas e outras histórias sobre as jóias reais e as rainhas que as usaram que Eduardo Alves Marques recupera do esquecimento. Este livro, baseado numa investigação cuidada e exaustiva, e com uma preciosa colecção de imagens, conta-nos episódios marcantes da História de Portugal através das peças de joalharia que, em silêncio, mas perante o olhar de todos estiveram presentes em grandes cerimónias de Estado.

Nestas páginas vai encontrar estórias e curiosidades, lendas e factos sobre braceletes, colares, pulseiras, diademas e outros objectos que ganham uma nova vida nesta original obra.


Titulo: Receber com estilo
Autor: Joana Mayer
Colecção: Manuais e Guias
P.V.P: 28 €
ISBN: 978-989-626-187-0
Páginas: 168 Ilustrado
Formato: 21 X 22 / Brochado
Data de lançamento: Novembro


Ao ar livre, à volta da lareira, num jantar informal, num chá entre amigas ou numa ocasião mais festiva como o Natal, o gosto de receber os seus convidados passa por vários detalhes que envolvem algum empenho, muita organização e principalmente imaginação.

Joana Mayer apresenta-lhe cerca de 80 receitas práticas, fáceis de confeccionar e requintadas que vão impressionar os seus amigos e familiares. Sopa de lavagante, pernil com risotto de legumes, pregado com ervas aromáticas ou mousse de chocolate branco são alguns dos pratos que Joana Mayer lhe ensina a preparar. Neste livro encontra ainda conselhos e dicas úteis para receber com estilo os seus convidados.

Escolher a ementa ideal, criar um ambiente acolhedor, saber colocar uma mesa ou escolher um bom vinho são passos fundamentais para que você e os seus amigos desfrutem de momentos inesquecíveis à mesa.

O gosto de Joana Mayer pela gastronomia relevou-se desde cedo. Herdeira de antigas receitas de família e dotada de uma enorme curiosidade pela arte de receber à mesa, Joana Mayer aprendeu a recriar com mestria sabores, texturas e aromas numa cozinha simples, baseada na qualidade dos produtos confeccionados, mas com uma alma que a torna muito especial.


Titulo: Salmos
Autor: José António Pagola
Colecção: Religião
P.V.P: 18 €
ISBN: 978-989-626-194-8
Páginas: 248
Formato: 13,5 X 21,5 / Cartonado
Data de lançamento: Novembro

Quer falar com Deus, mas não sabe como? Há alturas em que nos apetece confrontá-Lo com a nossa dor e sofrimento ou simplesmente dar-Lhe graças pelas alegrias da nossa vida, partilhar momentos de esperança e coragem, situações que estamos a viver e falar-Lhe das dúvidas e desilusões com que nos confrontamos.

Com a força e a sinceridade própria dos salmos, este livro vai ajudá-lo a rezar a qualquer hora do dia e em qualquer lugar. Organizada por situações e sentimentos concretos que vivemos no nosso dia-a-dia, esta obra apresenta-nos 150 salmos que espelham os sentimentos do coração – a doença, a esperança, o perdão, a confiança, etc.

Porque é fundamental partilhar com Deus os momentos mais importantes da nossa vida, esta obra faz uma selecção dos principais salmos e de invocações e súplicas retiradas dos salmos e evangelhos. Frases breves que, em poucas palavras, dizem muito. O autor José Antonio Pagola desafia-o: reze devagar, sem pressas e saboreie cada palavra. Reze com o coração.


Titulo: Michael Jackson 1958-2009
Autor: J. Randy Taraborrelli
Colecção: Fora de colecção
P.V.P: 35 €
ISBN: 978-989-626-192-4
Páginas: 656 + 32 extratextos
Formato: 16 X 23,5 / Brochado
Data de lançamento: Novembro


Já tanto se escreveu sobre a vida e a carreira de Michael Jackson que é quase impossível separar o homem do mito. Fruto de uma pesquisa de mais de 30 anos, com entrevistas exclusivas a familiares, amigos e ao próprio artista em diversas ocasiões, o prestigiado jornalista J. Randy Taraborrelli traça um retrato objectivo, verdadeiro e revelador da vida do artista que marcou para sempre o mundo da música.

Da sua infância enquanto criança talentosa, à relação com o pai, das batalhas judiciais e aparições públicas controversas, à sua progressiva transformação física, dos casamentos polémicos às suas grandes paixões e vícios, o autor revela-nos as estórias por trás das luzes do palco enquanto nos faz viajar pelo mundo musical em que o artista cresceu. Dos primeiros passos junto dos seus irmãos, Jackson 5, aos vídeos inovadores e grandes êxitos como Thriller ou Bad. Da voz original aos passos de dança geniais, Michael Jackson, que morreu aos 50 anos de idade, conquistou o seu lugar como rei da pop.

Uma biografia fundamental não só para os grandes fãs do cantor, mas para todos os que gostam de música.

Passatempo Jovens Lobos - Resultados



A Saída de Emergência, parceira da Feira das Letras neste passatempo, já procedeu ao sorteio dos vencedores.

Temos então o prazer de anunciar os três premiados:

1- Susana Rodrigues - Póvoa de Santa Iria
2- Marta Coutinho - Pombal
3- Sandra Afonso - Vila Nova da Barquinha

Para além de publicitados aqui os vencedores, foram enviados mails de notificação.

Convidamos todos os vencedores a publicarem aqui a sua opinião sobre este livro após a sua leitura.

Obrigado a todos pela participação!

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Passatempo Um amor em tempos de Guerra

O blogue Feira das Letras em parceria com A Esfera dos Livros tem para oferecer 5 exemplares autografados do livro Um Amor em Tempos de Guerra de Júlio Magalhães.

Os 5 vencedores serão sorteados entre os seguidores visíveis do blog que respondam correctamente às perguntas que propomos no formulário abaixo.

O passatempo decorre até ao final do dia 27 de Novembro e a lista de vencedores será publicada no blog.

Resta dizer que só aceitamos uma participação por pessoa e, dadas questões relacionadas com o envio do prémio, só aceitamos participações de residentes em Portugal.

Uma pequena ajuda: As respostas poderão ser encontradas neste blogue, no site da Esfera dos Livros e com o auxílio inestimável do google!

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Esfera dos Livros lançou o segundo livro de Júlio Magalhães

Um Amor em Tempos de Guerra é a mais recente proposta do famoso jornalista Júlio Magalhães, editada pela  Esfera do Livros.

Deixamos aqui a sinopse do livro e prometemos voltar em breve com algumas surpresas para os seguidores do blogue.



Sinopse:
António nasceu marcado pelo nome. O mesmo que o vizinho da rua das traseiras, o homem que se fez doutor em Coimbra e que ia à terra sempre que podia, o tal que governava o país com pulso de ferro. Mas de pouco ou nada lhe valeu tão grande nome quando o destino o enviou para Angola, para defender a pátria em nome de uma guerra distante que não era a sua. Deixou para trás a sua terra, a mãe inconsolável e Amélia, a mulher que pedira em casamento, num banco de pedra, junto à igreja e que prometera fazer dele o homem mais feliz de Vimieiro. Promessa gravada num enxoval imaculado que ficou guardado no armário, à espera do fim daquela maldita guerra. Quando António regressou de Angola, era um homem diferente. Marcado no corpo por anos de guerra e de cativeiro e no coração por um amor impossível que deixara em pleno mato angolano. Regressava para cumprir a promessa que fizera anos antes à sua noiva Amélia, que o julgara morto, e que, em sua memória, tinha enterrado um caixão sem corpo.

Mais detalhes:
Colecção: Romance
P.V.P: 18 €
Preço S / IVA: 17,14 €
Cod. Interno: 13034
ISBN: 978-989-626-182-5
EAN: 9789896261825
Páginas: 336
Formato: 16 X 23,5
Encadernação: Brochado
Data de Distribuição: Setembro

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Passatempo Jovens Lobos

O blogue Feira das Letras em parceria com a Saída de Emergência tem para oferecer 3 exemplares do livro Jovens Lobos, escrito pelo bestseller Simon Scarrow.

Os 3 vencedores serão sorteados entre os seguidores visíveis do blog que respondam correctamente às perguntas que propomos no formulário abaixo.

O passatempo decorre até ao final do dia 20 de Novembro e a lista de vencedores será publicada no blog.

Os vencedores serão encontrados por sorteio, estando elegíveis todos os participantes que respondam acertadamente às questões.

Resta dizer que só aceitamos uma participação por pessoa e, dadas questões relacionadas com o envio do prémio, só aceitamos participações de residentes em Portugal.

Uma pequena ajuda: As respostas poderão ser encontradas no site da Saída de Emergência e com o auxílio inestimável do google!

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

A Verdadeira História Geronimo Stilton


Nas bancas a partir de 17 de Novembro.


NOVA AVENTURA SOBRE GERONIMO STILTON


Para quem aprecia as aventuras de Geronimo Stilton, e são muitos os leitores que acompanham as suas peripécias, há agora uma novidade. A Verdadeira História de Geronimo Stilton, de Cuscacúsqui Ratatz, além de revelar quem é o rato-editor mais famoso do mundo, tem um novo formato. Ao contrário dos livros já conhecidos, esta nova edição, que pode ser lida isoladamente, apresenta-se com capa dura. Uma capa mais resistente que permitirá às crianças um manuseamento sem reservas.


Cuscacúsqui Ratatz nascida em Ratázia (Ilha dos Ratos), formou-se em Jornalismo e Rato-comunicação. Começou a sua brilhante carreira colaborando nalguns jornais de escândalo da sua cidade, entre os quais Top Secret, Curiosíssimos! e Atenção Àquele Rato. Fundou depois A Boataria, que se tornou o jornal de escândalo mais vendido de Ratázia. A Verdadeira História de Geronimo Stilton, escrito em colaboração com Patati Descarado e o famoso fotógrafo Red Paparatz, é o primeiro livro desta jovem mas já famosíssima jornalista.
 
Mais detalhes:
A Verdadeira História de Geronimo Stilton

Cuscacúsqui Ratatz
Título Original: La Vera Storia di Geronimo Stilton
Tradução: Carlos Grifo Babo
Páginas: 128
Colecção: Diversos Infantis Juvenis Nº 80
PREÇO COM IVA: 12,50€
ISBN: 978-972-23-4262-9
Código de Barras: 9789722342629

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Novidades Chá das Cinco para Novembro


O Prazer da Noite
Sherrilyn Kenyon

Segundo volume da colecção dos “Predadores da Noite”

“Querida leitora,

Alguma vez quis saber como era ser imortal? Viajar pela noite caçando os vampiros que perseguem os humanos? Ter riqueza e força ilimitadas? Essa é a minha vida e é escura e perigosa. Sou herói de milhares, mas ninguém me conhece. E adoro todos os minutos. Pelo menos era o que eu pensava até que, certa noite, acordei algemado ao meu pior pesadelo: uma mulher conservadora, de camisa apertada de cima a baixo. Ou, no caso de Amanda, abotoada até ao queixo. É inteligente, sensual, espirituosa e não quer ter nada a ver com o paranormal, por outras palavras, comigo.

A minha atracção por Amanda Devereaux vai contra tudo aquilo que represento. Já para não dizer que, da última vez que me apaixonei, isso me custou não só a minha vida humana como a minha alma. Ainda assim, sempre que olho para ela, dou por mim a desejar tentar de novo. A desejar acreditar que o amor e a lealdade existem. Ainda mais perturbador, dou por mim a perguntar se haverá alguma forma de uma mulher como Amanda amar um homem cujas cicatrizes da guerra são profundas, e cujo coração foi ferido por uma traição tão selvagem que não sei se voltará a bater de novo."

Kyrian da Trácia
 
Ficha Técnica:
 
Género: Literatura Romântica
Palavras-chave: Vampiros, deuses, paixão, desejo, imortalidade
Tradutor: Rita Guerra
Formato: 16 x 23 cm
Páginas: 304
Tiragem: 6000
PVP: 18,85 €
Data de Lançamento: 13 de Novembro

Pontos fortes:

● Primeiro volume da série colocou 15 mil livros no mercado

Sobre a autora:

A escritora norte-americana Sherrilyn Kenyon é uma das fundadoras do género do romance paranormal e conhecida pela sua aclamada série Predador da Noite, sobre guerreiros imortais. Publicada em mais de trinta países, e com milhões de cópias vendidas, os seus livros têm presença garantida nos topos de vendas do New York Times, Publishers Weekly e USA Today. Uma autora de culto a nível internacional, escreve também romances históricos com elementos paranormais sob o pseudónimo Kinley MacGregor. Sherrilyn Kenyon vive em Nashville, Tennessee, com o marido, três filhos e os animais de estimação.


Novidades Saída de Emergência para Novembro


Os Generais

Simon Scarrow


Napoleão Bonaparte e Duque de Wellington. Dois gigantes da História e um mundo pequeno demais para os abarcar. Corre o ano de 1796 e tanto Arthur Wellesley (mais tarde conhecido por Duque de Wellington), como Bonaparte estão a deixar a sua marca como homens de reconhecido génio militar. Comandante do 33º Regimento de Infantaria, Wellesley é enviado para a Índia, onde as suas habilidades e coragem impressionam grandemente os seus superiores.

No papel de comandante do Exército de Itália, Napoleão Bonaparte trava batalhas com sucesso e alcança uma rápida evolução política. Em 1804 proclama-se Imperador de França e ambiciona conquistar toda a Europa.

Chegou o tempo para o futuro Duque de Wellington enfrentar Napoleão num combate épico que abalará o mundo e ficará registado para sempre na História.


Ficha Técnica:

Simon Scarrow
www.saidadeemergencia.com
1/2
ISBN: 978-989-637-161-6
Pontos fortes:
● Autor bestseller em Portugal com a sua Saga da águia
● BBC prepara-se para adaptar esta saga para a televisão


Aliança das Trevas

Anne Bishop


Há setecentos anos, num mundo governado por mulheres e onde os homens são meros súbditos, uma Viúva Negra profetizou a chegada de uma Rainha na sua teia de sonhos e visões.

A ex-rainha Bhak é agora apenas Cassidy, uma habitante de Dharo que perdeu o seu privilégio após a sua corte ter preferido servir a deslumbrante e bem relacionada Kermilla. Numa terra dizimada pelo seu passado - em tempos governada por rainhas corruptas que foram banidas após uma vaga de destruição e violência - o Principe Senhor da Guerra Theran Grayhaven, procura uma parceira para o ajudar a restaurar a sua terra e a sua linhagem. O seu povo vive sem líder e sem esperança e precisa de uma rainha que se recorde do código de honra e dos costumes antigos. Com a ajuda de Saetan - Senhor do Inferno - Theran descobre Cassidy, que parece ser a mulher ideal. Tudo parece bem até que o casal se depara com as suas incompatibilidades e Cassidy conhece um misterioso servente que apela ao seu coração. Será Cassidy forte o suficiente para convencer um povo amargurado a servir novamente uma rainha?


Ficha Técnica:

Género: Lit. Fantástica

Palavras-chave: Aliança, Rainha, Visões, Terra, Povo, Liderança
Tradutor: Cristina Correia
Formato: 16 x 23 cm
Páginas: 336
Tiragem: 3000
PVP: 18,85 €
Data de Lançamento: 13 de Novembro

Pontos fortes:

● Uma autora com uma escrita singular e premiada.
● Autora das Jóias Negras



Na Casa do Rei Dragão
A Saga do Rei Dragão - Volume I

Stephen Lawhead


Um guerreiro mortalmente ferido caíra desfalecido no pórtico do templo onde Quentin servia como acólito do deus Ariel. Agora, o jovem Quentin tinha de fazer a sua escolha: entre uma vida tranquila e confortável e um caminho desconhecido carregado de perigos.
Em companhia de um punhado de amigos leais, Quentin parte para uma aventura que irá mudar o seu destino e arrastá-lo para um conflito mortal com Jasper, o usurpador, e o sinistro necromante Nimrood.


Ficha Técnica:


www.saidadeemergencia.com
Género: Jovem Adulto / +14


Palavras-chave: Magia, deuses, batalhas, aventura
Formato: A5 / capa dura
Páginas: 384
Tiragem: 2200
PVP: 16,96€
ISBN: 978-989-637-099-2
Lançamento: 13 de Novembro

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Editorial Presença publica amanhã "Errar é Divino"


A Editorial Presença publica amanhã, dia 3 de Novembro, o livro Errar é Divino, da autoria de Marie Phillips. É um romance original que proporcionará momentos de boa disposição e que se encontra traduzido em 22 países.



Sinopse:

Se os deuses são imortais, onde será que vivem e o que será que fazem em pleno século XXI? A resposta poderá surpreendê-lo. Sim, os deuses do Olimpo estão vivos, mas, como os seus poderes já não são o que eram porque já ninguém os venera, o seu dia-a-dia é muito pouco agitado. Um dia, porém, uma seta disparada por Eros vai instalar o caos entre deuses e meros mortais, com consequências hilariantes. Errar É Divino é um romance encantador e inteligente que lhe proporcionará inúmeros momentos de boa disposição.

Trailer:


Ficha Técnica:

Errar é Divino

Marie Phillips
Título Original: Gods Behaving Badly
Tradução: Ana Mendes Lopes
Páginas: 284
Colecção: Lado B, Nº 5
PREÇO COM IVA: 16,50€
ISBN: 978-972-23-4251-3

O Jogador - Fiódor Dostoiévski

Por norma interesso-me bastante por entrevistas a escritores e pessoas ligadas à literatura. Numa esmagadora maioria delas verifico que há uma inspiração comum: Fiódor Dostoiévski. Desta forma era questão de tempo até me encontrar com o autor.

O Jogador surge numa fase em que por diversos motivos pretendia ler um livro pequeno. E claro está que não me arrependi.

Aleksei Ivánovitch, o narrador do livro, é uma pessoa astuta, um "smart eye", porém apenas se serve desses atributos para criticar o que rodeia, já que no que a si diz respeito é uma pessoa inconsequente, sem objectivos de vida definidos. Quase que por acidente vê-se apaixonado pelo jogo e é através desta paixão que Dostoiévski alia o humor à ironia para mostrar as vivências de uma família que se vê estranhamente dependente do jogo.

Os meandros dos casinos, as tendências e vícios de jogo são amplamente esmiuçados de modo a mostrar ao leitor de várias perspectivas como tudo se passa. No fundo há uma análise comportamental de quem joga ou de quem depende do jogo muito curiosa. Muitos são os estados de espirito explorados desde o êxtase, passando pela loucura e pela solidão.

Por último uma pequena nota. Também Fiódor Dostoiévski foi durante vários anos viciado no jogo. Talvez por isso a análise seja tão real.

Págs. 163
Ref. ISBN: 978-972-23-2744-2
Editora: Editorial Presença

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

A Casa do Silêncio - Orhan Pamuk

Algures na Turquia, próximo de Istambul, numa terra à beira-mar chamada Forte-Paraíso mora Fatma. Fatma é uma víuva nonagenária que serve de eixo a esta narrativa. Vive com um anão, Redjep, que para além seu criado, é também filho bastardo do seu defunto marido. Tudo isto numa casa que outrora foi nova, mas agora nem por isso...

 Todos os anos no Verão, os seus três netos vêem a Forte-Paraíso passar alguns dias de férias. Faruk, o mais velho, divorciado, parece querer seguir as pisadas do seu pai e do seu avô fazendo da bebida um vício. Nilgune é uma bela jovem que acaba de se descobrir para a vida ao tomar contacto com os ideais comunistas. Metine é um jovem estudante, bastante ambicioso, cujo o sonho é sair da Turquia e estudar e morar na América. Em suma, são três personalidades bastante distintas  que nos levam a conhecer melhor  o difícil enquadramento político e social que se vive na Turquia.

Com alguns momentos mortos, que a meu ver eram desnecessários, a verdade é que "A casa do silêncio" consegue por vezes ter partes interessantes o suficiente para prender o leitor.

Diz a sinopse do livro que nele se encontram estratégias narrativas usadas pelo autor em obras posteriores. Espero sinceramente que essas estratégias sejam as mesmas que ajudam a prender o leitor, pois quero ler mais obras do senhor Pamuk.

Págs. 313
Ref. ISBN: 978-972-23-4005-2
Editora: Editorial Presença

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Editorial Presença assinala os 20 Anos da queda do Muro de Berlim

Esta obra vem comemorar os vinte anos da queda do muro de Berlim, e é o relato fascinante de como se processou o colapso do império soviético em meia dúzia de meses revolucionários e vertiginosos que mudaram o mundo. Numa perspectiva histórico-jornalística, Victor Sebestyen revisita o passado para nos revelar como os acontecimentos se precipitaram e nos guiar num périplo pelos países que fizeram parte do mundo soviético enquanto membros do Pacto de Varsóvia. Lúcida, rigorosa e abrangente, esta obra constitui um instrumento imprescindível para a análise e compreensão das circunstâncias que conduziram, de forma tão célere, àquele que foi sem dúvida um dos momentos mais significativos da história moderna.

Victor Sebestyen tem trabalhado como jornalista em diversos jornais britânicos. Durante o período do colapso do comunismo, em 1989, foi correspondente na Europa de Leste. Fez reportagens sobre a Bósnia e a Europa Central e de Leste para o The Times e o New Statesman e foi também responsável pela cobertura da guerra na ex-Jugoslávia. Foi editor de assuntos estrangeiros, editor de media e chefe de redacção do London Evening Standard.


Ficha Técnica:
Revolução 1989 - A Queda do Império Soviético

Victor Sebestyen

Título Original: 1989: Tearing Down The Curtain
Tradução: Alberto Gomes
Páginas: 448
Colecção: Biblioteca do Século Nº 29
PVP: 24,90€
ISBN: 978-972-23-4260-5

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Novo Romance - José Rodrigues dos Santos


Novo romance de um autor que já habituou os seus muitos leitores a aliar o prazer lúdico da leitura ao enriquecimento proporcionado pela relevância dos temas tratados e pela investigação rigorosa que os fundamenta. Depois de tratar a crise energética e os últimos avanços da ciência numa mistura extremamente hábil e subtil de ficção e realidade, José Rodrigues dos Santos traz-nos mais um tema escaldante da actualidade, num acontecimento editorial que dará muito que falar.



LANÇAMENTO NACIONAL seguido de sessão de autógrafos
24 de Outubro (sábado) . 17 horas . Praça Central . Centro Colombo


sábado, 10 de outubro de 2009

No silêncio de Deus - Patrícia Reis

Costuma dizer-se que a vida é ingrata. "Só quem passa por elas é que sabe" dirão alguns. No fundo, um significado comum. É um bocado isso que nos ensina este romance de Patrícia Reis.

Sara é uma jornalista, uma excelente profissional, perita em fazer entrevistas. Num dos seus trabalhos o entrevistado é um conceituado escritor, Manuel Guerra, altamente galardoado, bom no que faz, mas de poucas palavras. Os resquícios de uma vida difícil fazem de si uma pessoa bastante evasiva e só.

Tempos passados, estas duas vidas tornam a cruzar-se. Sara regressa de Jerusalém e casualmente reencontra Manuel Guerra numa rua de Amesterdão. Mas Sara, talvez tenha aprendido algo com esta viagem e está seguramente uma nova pessoa. Manuel, está canceroso. Sabe que tem os dias contados. O duelo de palavras do primeiro encontro torna-se agora num diálogo muito mais apaziguador. As vidas de cada um são reveladas.

Manuel que decide que o seu lugar é Amesterdão vê entrar na sua vida um barman, uma prostituta, um médico homeopata e acima de tudo... a esperança de viver.


Cada um ao seu estilo, considero este livro dentro do género do "No teu Deserto" de Miguel Sousa Tavares. Como já me referi aqui no blogue, é o romance que catalogo como uma "história querida". Neste caso, como aliás tinha acontecido com o "No teu Deserto" recomendo a leitura.

Págs. 260
Ref. ISBN: 978-972-20-3660-3

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Eça agora - Os Herdeiros de Os Maias

Decidi ler este livro, uma vez que ainda tinha bem recente "Os Maias" de Eça de Queirós. Os autores prometiam um romance paralelo, mas adaptado aos dias de  Hoje.

Na verdade é isso que nos é apresentado, uma história muito semelhante à obra de Eça mas com contornos muito próprios da sociedade actual. Num país governado por um Primeiro Ministro de nome Platão, a intriga, a farsa e a mesquinhez são atributos de uma sociedade que parecem inalteráveis com o passar dos tempos.

A história é divertida e a leitura é bastante acessível, mas confesso que esperava mais. Bem sei que talvez por ser a continuação de uma grande obra, a fasquia eleva-se muito alto. Por outro lado não sei se ,escrever a oito mãos facilita ou dificulta o resultado final!

Por fim devo dizer, gostei, mas queria melhor!


Págs. 312
Ref. ISBN: 978-989-555-322-8
Editora: Oficina do Livro

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Promoção da semana no site da Presença

Não se Escolhe quem se Ama
Joana Miranda

Colecção: Grandes Narrativas
P.V.P.: 14,96 € 7,90 €
Nº de Páginas: 208

Sinopse:

Matilde tinha uns olhos escuros, brilhantes, profundos como a noite. O cabelo, da cor das Deusas do Olimpo. As asas, de ouro, bordadas a fios de seda. Os pensamentos, povoados de sonhos. O desejo, incandescente, de voar, de rasgar, horizontes cada vez mais altos. Matilde, como Ícaro, era dotada de asas, e como Ícaro, por inusitada coragem, experimentou a dor de chegar perto do sol. Do mesmo Sol que dá a vida, e que a tira. Viveria tudo outra vez. Exactamente da mesma forma. Não trocaria o que viveu com Vladimir Krapov por nenhuma outra existência do fogo que sempre queima as asas que ousam desafiar as leis do universo e da vida. A sua luz era tão intensa que Matilde duvidava não ser ela própria criação daquele moscovita de quarenta e cinco anos que um dia lhe arrebatou a alma. Este novo romance de Joana Miranda oferece-nos momentos de puro deleite, numa escrita que flui, poderosa e rica que já nos tinha sido dada a apreciar nas suas obras anteriores – A Outra Metade da Laranja, Sem Lágrimas Nem Risos e O Espelho da Lua.

A promoção pode ser encontradano site da Presença.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Gaibéus - Alves Redol

"Gaibéus eram trabalhadores oriundos do Alto Ribatejo e Beira Baixa que desciam às lezírias para fazer mondas e ceifas." Esta é a primeira definição que importa saber para perceber este romance.

O amor à terra é por demais evidente neste livro. Alves Redol, nascido em Vila Franca de Xira, mostra através desta obra as dificuldades pelas quais passaram os nossos antepassados que se dedicavam ao campo.

Numa clara visão de esquerda, mostra-nos como as pessoas eram exploradas até à exaustão, sem condições de trabalho em troco de uma mísera recompensa para ajudar a sobreviver ao Inverno. Talvez por isso seja por muitos considerada a obra que marca o aparecimento do neo-realismo literário em Portugal.

Vale a pena tomar conta desta realidade para assim podermos valorizar de forma diferente o nosso tipo de vida actual. Devo no entanto alertar que por vezes a leitura deste livro se torna um pouco fastidiosa de tão exaustivo que é.

Págs. 310
Ref. ISBN: 972-21-0459-4
Editora: Editorial Caminho

terça-feira, 8 de setembro de 2009

No Teu Deserto - Miguel Sousa Tavares


Uma viagem pode deixar marcas difíceis de esquecer. Quando falo de "marcas"não quero com isso atribuir à palavra um peso desmesurado ou um pensamento pejorativo. Falo de sentimentos, sensações, emoções e outros estados de espírito.

Este Quase Romance transporta-nos para uma viagem ao deserto. Mostra como duas pessoas que por acaso partilham essa viagem, podem ficar ligadas para sempre.

Foi preciso chegar ao fim do livro para me render. A história parecia ir um pouco à deriva. Um pouco ao sabor da brisa do deserto. Não que já alguma vez tenha sentido essa brisa, mas já li, já vi na televisão e por isso à minha maneira sei como é. Porém, de uma forma muito natural, tudo se compõe.

Se mais provas fossem necessárias, No Teu Deserto mostra de uma forma inquestionável a magia das palavras de Miguel Sousa Tavares. A maneira simples e acessível como escreve é soberba. A forma como consegue dar vida a esta história é de artista. A isso tiro o meu chapéu.

Por tudo isto e por muito mais que não consigo expressar, acho que vale a pena ler este livro. É difícil dizer melhor o porquê! Mas, quanto mais não seja para ficar a perceber o que é um Quase Romance.

Porque acho que consigo, gostava de tentar caracterizar esta história numa só expressão. Não sei será a expressão será banal, mas a história assim contada não o é.
Diria que: "É uma história querida!"

Do you know what I mean?

Págs. 125
Ref. ISBN: 978-989-555-464-5
Editora: Oficina do Livro

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Cristóvão Tezza arrecada prémio com o romance: "O FILHO ETERNO"

O romance foi considerado o melhor de língua portuguesa publicado entre 2007 e 2009
O romance O Filho Eterno do escritor Cristóvão Tezza publicado pela Gradiva, venceu o 6º Prémio Passo Fundo Zaffari & Bourbon de Literatura da 13ª Jornada Nacional de Literatura de Passo Fundo.
O livro foi considerado o melhor romance de língua portuguesa publicado entre Junho de 2007 e Maio de 2009.Este romance de Cristovão Tezza já tinha sido galardoado com o Prémio Portugal Telecom, o Prémio São Paulo de Literatura e o Prémio Jabuti.
O autor receberá 100 mil Reais.
Os romances A Viagem do Elefante de José Saramago e O Vento Assobiando nas Gruas de Lídia Jorge, encontravam-se entre os 10 finalistas desta edição do prémio Zaffari & Bourbon de Literatura, atribuído pela Universidade de Passo Fundo, no Brasil.
Para Cristóvão Tezza, a vitória foi uma surpresa:
"Estou muito, mas muito feliz. Como sou muito realista, não esperava vencer mais um prémio, achei que era contra a lei das probabilidades, meio inverosímil. Mas estou muito feliz em vencer o prémio desta Jornada, que é um projecto que incentiva a literatura, envolve estudantes e toda a cidade. Finalmente vou conhecer Passo Fundo, estarei lá na abertura da Jornada no dia 26 de Outubro."
O romance O Filho Eterno é baseado em factos da vida do autor. A narrativa começa nos anos 80 com um aspirante a escritor com ideais libertários que não aceita o facto de seu filho ter nascido com síndrome de Down. Inicialmente rejeita e menospreza a criança chegando a desejar a sua morte. O protagonista vai trabalhar como professor universitário e carrega a amargura pela síndrome do filho, mas pouco a pouco, a relação entre ambos transforma-se.
Mia Couto foi galardoado, em 2007, com este prémio, com o livro O Outro Pé da Sereia.
O Prémio Passo Fundo Zaffari & Bourbon de Literatura pretende distinguir o autor do melhor romance publicado em língua portuguesa entre Junho de 2007 e Maio de 2009.

Cem Anos de Solidão - Gabriel García Márquez

Trocado com Carlos Martins. Obrigado!


Sinopse:

«Muitos anos depois, diante do pelotão de fuzilamento, o coronel Aureliano Buendía haveria de recordar aquela tarde remota em que o pai o levou a conhecer o gelo.» Com estas palavras iniciais do "Dom Quixote" ou de "Em Busca do Tempo Perdido"- começam estes "Cem Anos de Solidão" obra-prima da literatura contemporânea, traduzida em todas as línguas do mundo, que consagrou definitivamente Gabriel García Márquez como um dos maiores escritores do nosso tempo. O livro conta a história de Macondo, uma cidade mítica, e a dos descendentes de seu fundador, José Arcadio Buendía, durante um século. Usando recursos do realismo mágico, estilo que ajudaria a difundir a partir de seu lançamento, em 1967, o livro mescla revoluções e fantasmas, incesto, corrupção e loucura.



«...a primeira obra literária desde o Livro de Génesis que devia ser leitura obrigatória para toda a raça humana.»
The New York Times

«Romancista colombiano considerado um dos grandes escritores do século XX, tendo sido distinguido com o Prémio Nobel da Literatura em 1982, essencialmente pela sua obra-prima “Cem anos de solidão”.»
Encyclopedia Britannica

«Através da história da sua cidade e dos seus fundadores, Gabriel García Márquez conta - com aquela magia de palavras que dão ao seu livro um reflexo de eternidade - as dores, as alegrias, as esperanças e medos de uma família que tenta conjurar a maldição que cai sobre os seus: cem anos de solidão.»
Amazon.fr

«Com as suas histórias, Gabriel García Márquez criou o mundo próprio, um microcosmos. Na sua tumultuosa e complexa, mas ainda assim convincente, autenticidade, reflecte um continente, as suas riquezas e pobrezas humanas. Talvez mais do que isso: um cosmos em que o coração humano e as forças de história, uma e outra vez, fazem explodir as fronteiras do caos – matando e procriando.»
Academia Sueca, em comunicado de imprensa sobre o Prémio Nobel da Literatura de 1982


Editora: RBA
Estado de Conservação: Bom estado (Ligeira descoloração da capa)
Preço: 5,90€

Observações adicionais: A imagem apresentada pertence ao livro em venda.

Kafka à beira-mar - Haruki Murakami

Demorei mais tempo do que o usual para ler um livro deste tamanho. Mas terá sido porque não gostei? Terá sido porque não me motivou interesse? Penso que não, e começando pelo fim, posso até dizer que gostei da obra. O nosso estado de espírito para a leitura é que nem sempre é o mesmo e claro está que isso influencia o rendimento.


É difícil não ler Haruki Murakami quando temos alguém próximo que até também gosta de ler e por sinal até já leu quase todas as obras do senhor! Não há condições!

Kafka À beira-mar é um romance misterioso, em algumas fases viciante e regularmente cómico. A história prende-se com a vida de duas personagens que se desconhecem e ainda assim têm percursos de curiosamente muito paralelos.

Kafka Tamura é um jovem de 15 anos que decide fugir de casa. Após uma infância difícil em que foi abandonado pela mãe e pela irmã, e uma relação com o pai bastante fria e distante ao qual nada o prende. A fuga parece ser a única solução.
Quando já se encontra "na outra ponta" do Japão, o pai é assassinado, passando Kafka a ser procurado pela policia.

O velho Nakata é a personagem mais curiosa deste livro e uma das mais engraçadas com que me cruzei nas últimas letras que percorri. Conversar com gatos, é para nós impossível, mas não para Nakata! Mas isso é só o inicio, porque estão para vir tempestades de sardinhas e cavalas ou até mesmo de sanguessugas. Para não dizer que, falar com pedras também é possível.
No final quem é Nakata?

Como já referi, é um romance bastante interessante, embora na minha opinião inferior a : "A sombra do Vento". É no entanto capaz de manter a qualidade num padrão de qualidade bem elevado.
Já agora um conselho: se por ventura decidir ler este livro e por mero acaso der de caras com o Coronel Sanders do KFC, com o Johnie Walker do Scotch Whisky ou com dois soldados que não envelhecem desde a Segunda Guerra Mundial, não pense que está a enlouquecer... O livro é mesmo assim!

Págs. 589
Ref. ISBN: 978-972-46-1646-9
Editora: Casa das Letras


terça-feira, 14 de julho de 2009

A Sangue Frio - Truman Capote

Trocado com Carlos Martins. Obrigado!



Sinopse:

Um dos grandes romances da literatura americana do século XX.
O americano Truman Capote foi um escritor versátil, mas a sua grande obra foi o romance não-ficção A Sangue Frio, que conta a história da morte da família Clutter, em Holcomb, Kansas, e dos autores da chacina.
Capote decidiu escrever sobre o assunto ao ler no jornal a notícia do assassinato da família, em 1959. Quase seis anos depois, em 1965, a história foi publicada em quatro partes na revista The New Yorker. Além de narrar o extermínio do fazendeiro Herbert Clutter, de sua esposa Bonnie e dos filhos Nancy e Kenyon -uma típica família americana dos anos 50, pacata e integrada na comunidade-, o livro reconstitui a trajectória dos assassinos. Perry Smith e Dick Hikcock planearam o crime acreditando que se apropriariam de uma fortuna, mas não encontraram praticamente nada. Perry era um sonhador. Cresceu de uma forma conturbada e violenta, e achava que a vida lhe tinha dado golpes injustos. Dick, considerado o cérebro da dupla, queria apenas arrebatar o dinheiro e desaparecer. Presos e condenados, ambos morreram na forca em 1965.

A intensa relação que Capote estabeleceu com as suas fontes foi determinante para o êxito da obra. Além de passar mais de um ano na região de Holcomb, investigando e conversando com moradores, aproximou-se dos criminosos e conquistou a sua confiança. Traçou um perfil humano e eloquente dos dois «meninos», como costumava chamar-lhes.

Editora: Biblioteca Sábado
Estado de Conservação: Novo (Nunca foi lido)
Preço: 4,00€

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Como Água Para Chocolate - Laura Esquível

Trocado com Isabel Maia. Obrigado!
http://bancalivrosusados.blogspot.com/2009/06/morte-de-carlos-gardel.html



Sinopse:

Neste romance surpreendente e admirável, que revelou ao leitor português uma grande escritora mexicana, toda a trama narrativa roda em torno da cozinha e de um certo número de elementos culinários. Cada capítulo abre com uma receita fora do comum (mas ao mesmo tempo perfeitamente realizável), a pretexto e em volta da qual não apenas se juntam os comensais, mas também se "cozem" e "temperam" amores e desamores, risos e prantos, e se celebra o triunfo da alegria e da vida sobre a tristeza e a morte. Enorme sucesso editorial, Como Água para Chocolate foi já traduzido em números países e adaptado ao cinema.

Editora: Biblioteca Sábado
Estado de Conservação: Novo (Nunca foi lido)
Preço: 4,00€

sábado, 4 de julho de 2009

A Sombra do Vento - Carlos Ruiz Zafón

Na capa desta obra pode ler-se: "Uma história inesquecível sobre os segredos do coração e o feitiço dos livros". De facto é uma frase que descreve muito bem o que se passa neste livro.

Daniel Sempere é a personagem principal desta bela história. A leitura de um livro de Julian Carax, pelo qual Daniel se apaixonou, leva-o a querer saber mais sobre o autor. É aqui que Daniel começa a descobrir que a sua vida tem muita coisa em comum com a de Julian. Parece que a sua história não passa de um "deja vu" daquilo que Julian viveu.
Fermín Romero de Torres é uma caricata personagem que em boa hora aparece na vida de Daniel e, que apesar de ser mais velho, depressa se torna no seu melhor amigo.
Enfim, tudo isto para dizer que me apaixonei desde o início por este livro e que não consegui parar de o ler. É uma história emocionante e viciante do princípio ao fim. Posso dizer que passou a ser um dos meus livros favoritos, e como tal sem dúvida recomendo a sua leitura.
Mais uma boa surpresa.

Págs. 507





Ref. ISBN: 978-972-20-3230-8
Editora: Publicações Dom Quixote

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Anjos e Demónios - Dan Brown


Parece que se estar a tornar num hábito, eu escolher um livro porque quero ver o filme. Anjos e Demónios foi mais um desses casos.
Dan Brown, já me tinha dito quem bem me conhece, seria um autor do qual eu iria gostar. Foi o primeiro livro que li e de facto gostei e muito.
Robert Langdom é um professor americano de simbologia que é chamado com urgência ao CERN (na Suíça) para identificar um estranho símbolo gravado a fogo no peito de um conceituado cientista que acabara de ser brutalmente assassinado. A inscrição "Iluminatti" é de imediato reconhecida por Langdom que durante algum tempo andou a estudar uma irmandade com esse nome, supostamente extinta há muito tempo, inimiga da Igreja Católica.
A religião e a ciência parecem que andam de costas voltadas, porém talvez haja um ponto em comum. Será Deus? Será possível acreditar no Deus católico tendo por base sustentação científica?
Pode parecer à partida que este livro é sobre o mesmo tema de "A Fórmula de Deus", mas na verdade embora possuam pontos comuns, são bastante distintos.
O enredo é muito bom, mas o melhor está guardado para o fim. O autor não pára de nos surpreender com revelações atrás de revelações até à última página.
Gostei imenso deste livro. Obrigado a quem me deu bons conselhos!!!
Pág. 586
Ref. ISBN: 972-25-1409-1
Editora: Bertrand Editora

quinta-feira, 28 de maio de 2009

À Descoberta de África - Martin Dugard

"Doutor Livingstone, presumo?"
Esta é uma das frases mais célebres da história e foi proferida por Henry Morton Stanley, no momento em que finalmente encontrou o Dr. David Livingstone, que se encontrava desamparado no centro de África.
Livingstone, um dos maiores, senão o maior explorador do continente africano do séc. XIX, decidiu fazer mais uma viagem a África, com o intuito desta feita, de descobrir a localização exacta da nascente do Nilo. Porém nem tudo correu como planeado.
A sua nação, Inglaterra, viveu anos de ansiedade imaginando o que lhe teria sucedido. Muitas hipóteses foram levantadas, inclusive julgaram-no morto. Porém a sua força e determinação fizeram com que ultrapassasse todas as dificuldades possíveis e imagináveis do território central africano.
Stanley, foi o jornalista escolhido, pelo dono do jornal Herald de Nova Iorque para em missão secreta partir para África e descobrir o real paradeiro de Livingstone.
É o trajecto que estes dois exploradores fizeram que Matin Dugard se propõe a contar aos leitores desta obra. Um livro muito, na minha opinião, ao género do 1808 (de Laurentino Gomes) extremamente interessante, bem organizado e escrito.

Não é de todo um romance. No entanto consegue prender o leitor, tal é a forma agradável como "se deixa ler."
Págs. 412
Ref. ISBN: 978-972-46-1713-8
Editora: Casa das Letras